Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/07/2019

23 de Julho de 2019

Procissão para chegada do Papa nas Flipinas

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Julho de 2019

Procissão para chegada do Papa nas Flipinas

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

05/01/2015 16:06 - Atualizado em 05/01/2015 16:06
Por: Rádio Vaticano

Procissão para chegada do Papa nas Flipinas 0

Procissão para chegada do Papa nas Flipinas / Arqrio

No próximo dia 9 de janeiro milhões de Filipinos participarão da procissão do “Nazareno Negro”, acompanhando de pés descalços a passagem da cópia em tamanho real da imagem à qual atribuem-se poderes milagrosos.

A procissão é o evento religioso mais importante da única nação de maioria católica da Ásia e acontecerá poucos dias antes do início da visita do Papa Francisco ao país, marcada para acontecer entre 15 e 19 de janeiro.

Tradição secular

A devoção à imagem que representa – em tamanho natural - Cristo caído sobre o peso da Cruz começou no século XVII, quando as Filipinas estavam sob o domínio espanhol. A imagem foi levada ao arquipélago por um sacerdote agostiniano espanhol em 1607 a bordo de um navio proveniente do México.

Milagres

De acordo com a tradição, um incêndio destruiu  a embarcação, mas a imagem de Cristo foi milagrosamente preservada das chamas assumindo a cor preta. Apesar dos danos, a população de Manila decidiu conversar e honrar a efígie. A devoção suscitada pelo ícone foi reconhecida pela Santa Sé que, em 1650, durante o pontificado de Inocêncio X, instituiu canonicamente a Confraria de Jesus Nazareno.

Símbolo de devoção

Nos séculos a áurea milagrosa que envolve a imagem do Cristo fez com que esta se transformasse em um símbolo do povo das Filipinas. No ano passado mais de 10 milhões de pessoas participaram da procissão. 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.