Arquidiocese do Rio de Janeiro

27º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/07/2019

23 de Julho de 2019

É necessário redescobrir o Evangelho

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Julho de 2019

É necessário redescobrir o Evangelho

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

11/12/2014 16:08 - Atualizado em 11/12/2014 16:11
Por: Rádio Vaticano

É necessário redescobrir o Evangelho 0

É necessário redescobrir o Evangelho  / Arqrio

Que os jovens sejam “protagonistas alegres” da evangelização dos próprios irmãos. Palavras do Papa Francisco na mensagem aos participantes da IV Convenção Européia da Pastoral da Juventude, que se realiza em Roma sob o tema “Uma Igreja jovem, testemunha do Evangelho. Juntos nos caminhos da Europa”. O evento, promovido pelo Pontifício Conselho para os Leigos e pelo Conselho das Conferências Episcopais Européias (CCEE), foi aberto nesta quinta-feira, com encerramento previsto para o sábado.

Na mensagem endereçada ao Presidente do Pontifício Conselho para os Leigos, Cardeal Stanislaw Rylko, o Papa reitera que “a Europa de hoje tem necessidade do Evangelho”. Neste sentido, é necessário ajudar os jovens “a tomar consciência de que a fé não se opõe à razão”. O Pontífice exorta-os, então, a “não cansarem-se nunca de anunciar o Evangelho, com a vida e a palavra: a Europa de hoje tem necessidade de redescobri-lo!”.

Caminho vocacional

Francisco pede que seja proposto aos jovens “um caminho de discernimento vocacional, para prepararem-se a seguir Jesus no caminho da vida conjugal e familiar, ou no de uma especial consagração a serviço do Reino de Deus”. A Pastoral da Juventude – disse o Santo Padre - é um “precioso” serviço para a Igreja e os jovens tem necessidade dela. É necessário, para isto, “adultos e pessoas da mesma idade, maduros na fé”, “que os acompanhem em seu caminho, ajudando-os a encontrar a estrada que conduz a Cristo”. E reitera que “bem mais do que a promoção de uma série de atividades para os jovens, esta Pastoral consiste em caminhar com eles, acompanhando-os pessoalmente nos contextos complexos e às vezes difíceis em que estão mergulhados”.

A Pastoral da Juventude – acrescentou o Pontífice – “é chamada a acolher as interrogações dos jovens de hoje e, a partir destes, iniciar um verdadeiro e honesto diálogo para levar Cristo em suas vidas”. O Papa ressalta a importância de “partilhar as experiências feitas ‘à campo’” e encoraja a ”considerar a realidade atual dos jovens europeus com o olhar de Cristo” que “nos ensina a ver não somente os desafios e os problemas, mas a reconhecer as tantas sementes de amor e de esperança espalhadas no terreno deste continente, que deu à Igreja um grande número de santos”


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.