Arquidiocese do Rio de Janeiro

27º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/07/2019

23 de Julho de 2019

"Gratidão, paixão, esperança, Evangelho e profecia"

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Julho de 2019

"Gratidão, paixão, esperança, Evangelho e profecia"

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

25/11/2014 19:35 - Atualizado em 25/11/2014 19:38
Por: News. Va

"Gratidão, paixão, esperança, Evangelho e profecia" 0

 “Vinhos novos em odres novos” é o título da Plenária da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, aberta nesta terça-feira, 25,  e em andamento até sábado, no Vaticano. O encontro realiza-se em vista da abertura do Ano da Vida Consagrada no próximo domingo, 30. Sobre este período especial que a Igreja viverá, a Rádio Vaticano entrevistou o Secretário do Dicastério vaticano para a Vida Consagrada, Arcebispo José Rodriguez Carballo:

Dom Carballo: “Gratidão, paixão, esperança, Evangelho e profecia: serão as cinco palavras que guiarão a reflexão ao longo do Ano da Vida Consagrada, pois pensamos que estas cinco palavras sintetizam os aspectos fundamentais e fundantes da Vida Consagrada”.

Excelência, como estas cinco palavras, estes cinco pilares, se colegam com as periferias aonde o Papa Francisco exorta e incentiva cada um a ir?

Dom Carballo: “O Evangelho nos fala da centralidade de Cristo e o Papa Francisco insiste constantemente de que na medida em que alguém se encontra com Cristo, sai, e vai ao encontro dos outros. E a Igreja em saída é a Vida Consagrada em saída. Por outro lado, quando alguém se encontra com Cristo, não pode deixar de fazer grata memória de sua própria história, não pode deixar de viver o presente com paixão, não pode deixar de abraçar o futuro com esperança e não pode viver de um modo sem que a sua vida se torne verdadeiramente uma profecia. Portanto, todas partem do Evangelho. Deve-se considerar também que o Evangelho é a regra suprema do toda vida consagrada e portanto deve estar sempre no centro. A partir deste centro, todo o resto é consequência”.

Um outra questão levantada pelo Papa Francisco com os religiosos é a de repensar “a inculturação dos carismas”. É um outro desafio do Ano da Vida Consagrada...

Dom Carballo: “Os carismas são sempre vivos. O carisma é dom do Espírito à Igreja e ao mundo, portanto, é sempre um dom vivo, um dom que deve falar hoje como falou ontem, quando o Senhor, através dos fundadores, o deu à Igreja. Assim, é necessária uma inculturação do carisma para que este seja entendido e lido na circunstância atual da vida da Igreja, do mundo e da vida de cada homem e mulher”.

O Papa Francisco está mostrando, em particular com as suas viagens apostólicas, uma grande predileção pelas Igrejas no Oriente. E Oriente quer dizer tanto terras de espiritualidade muito antiga e profunda, mas também, infelizmente, de minorias perseguidas. Qual a sua visão sobre isto, como dicastério?

Dom Carballo: “Nós estamos convencidos de que a vida consagrada tem uma grande importância neste encontro entre Ocidente e Oriente. De fato, nós no mês de janeiro, promoveremos uma das atividades do dicastério, que prevê um encontro quer do monaquismo oriental com a vida consagrada da Igreja Católica, quer também o encontro com a vida consagrada assim como é vivida hoje na Igreja protestante. Portanto, nós pensamos que a vida consagrada possa desempenhar um papel de ponte e de comunhão entre estes dois mundos para contribuir também, não somente com o ecumenismo, mas também ao diálogo, à paz e à concórdia nesta zona provada pela violência e pela guerra”.



Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.