Arquidiocese do Rio de Janeiro

24º 13º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/07/2019

18 de Julho de 2019

"Não basta ser cristão, tem que se comprometer"

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Julho de 2019

"Não basta ser cristão, tem que se comprometer"

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

17/11/2014 12:40 - Atualizado em 17/11/2014 12:40
Por: Rádio Vaticano

"Não basta ser cristão, tem que se comprometer" 0

Não basta ser cristão, tem que se comprometer: foi o que disse o Papa Francisco aos jovens reunidos no Vaticano para um Simpósio internacional sobre prostituição e tráfico de seres humanos.

A visita do Papa à sede da Pontifícia Academia das Ciências não estava programada e ocorreu na tarde deste domingo, 16 de novembro, na conclusão do Simpósio.

A luta contra o tráfico, disse o Papa, é uma luta que todos somos chamados a empreender. Trata-se de uma luta contra este movimento que considera a pessoa um objeto de uso e, depois, de descarte.

“Estamos certamente numa época em que a pessoa humana é usada como objeto e acaba sendo material de descarte. Aos olhos de Deus, não existe material de descarte, mas somente dignidade. A inquietação que vocês trazem é finalizada a resgatar do descarte. Engajar-se é dar a vida”, disse Francisco.

O Papa citou um humorista argentino, Luis Landriscina, para explicar a diferença entre colaborar e se comprometer.

“A vaca, quando nos dá o leite, colabora para a nossa alimentação. Com o leite, fazemos o queijo. Mas para fazer um sanduíche, é preciso também do presunto. Neste caso, o porco não colabora, ele se compromete dando a sua vida para nos dar o alimento. Comprometer-se é dar a vida. E a vida só tem sentido se alguém está disposto a vivê-la pelo bem dos demais. Gosto de ver tantos jovens que têm esta vontade de se comprometer. E esta luta por recuperar a dignidade das pessoas exige compromisso. Todos têm que colaborar, mas os cristãos têm que se comprometer.”

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.