Arquidiocese do Rio de Janeiro

37º 23º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 16/12/2018

16 de Dezembro de 2018

Dom Orani participa do 3º Congresso Apostólico Mundial da Divina Misericórdia, em Bogotá

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

16 de Dezembro de 2018

Dom Orani participa do 3º Congresso Apostólico Mundial da Divina Misericórdia, em Bogotá

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

19/08/2014 17:00 - Atualizado em 19/08/2014 20:28
Por: Cláudia Brito de Albuquerque e Sá (claudiabrito@radiocatedral.com.br)

Dom Orani participa do 3º Congresso Apostólico Mundial da Divina Misericórdia, em Bogotá 0

Dom Orani participa do 3º Congresso Apostólico Mundial da Divina Misericórdia, em Bogotá / Arqrio

“A força do testemunho supera todas as demais iniciativas de evangelização”, afirmou o arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, durante a sua conferência “Do Rio a Cracóvia: Perspectivas de Misericórdia para Jovens”, no 3º Congresso Apostólico Mundial da Divina Misericórdia, realizado de 15 a 19 de agosto, em Bogotá, na Colômbia.

O encontro reuniu cardeais, arcebispos, bispos, padres, religiosos e leigos do mundo inteiro. O presidente do congresso foi o cardeal Christopher Schönborn, arcebispo de Viena, e o enviado especial do Papa Francisco foi o Cardeal Francisco Javier Errázuriz Ossa, arcebispo emérito de Santiago do Chile.

temp_title1609756_780520945304704_5703606623068596614_n_19082014194118A quarta conferência acontecerá em 2017, em Manila, nas Filipinas. O Brasil ira sediar a Conferência Latino Americana que antecede a mundial, em abril de 2016, em Aparecida.

Proximidade de coração

“A busca da paz em nossos países é grande. Não sabemos como os processos de paz vão terminar, mas a Igreja tem o dever de trabalhar pela misericórdia. É um dever nosso nos aproximar da dor de cada pessoa. Temos que criar a mentalidade de chegar mais perto daqueles que sofrem. A misericórdia vem dessa proximidade de coração com a miséria humana, as injustiças, naquelas famílias que foram avassaladas pela violência em nossas pátrias”, destacou.

Dom Orani ressaltou que os frutos da Jornada Mundial da Juventude Rio2013 não podem ser percebidos apenas pelos sinais externos, mas muito mais por aquilo que acontece no coração das pessoas e a experiência de Deus que fazem.

temp_title10606314_781828645173934_9189099843082713079_n_19082014194051“Dos frutos já colhidos entregamos a vocês as sementes para que as semeiem em novas terras. Espalhem o testemunho da maravilhosa obra que o amor misericordioso de Deus realiza em suas vidas e vão lançando essas sementes ao longo de sua caminhada. Certamente outros virão se juntar a vocês, pois o verdadeiro discípulo-missionário não caminha sozinho. Convidem a todos para que venham e vejam o que o amor de Deus pode fazer naqueles que O acolhem”, incentivou o Cardeal Tempesta.

Foi a primeira vez que a América Latina recebeu o evento internacional.  O primeiro congresso aconteceu de 2 a 6 de abril de 2008, em Roma, com a presença do Papa emérito Bento XVI. O segundo foi realizado na Polônia, terra do Papa João Paulo II, em 2011.


Leia também: 

Conferência: “Do Rio a Cracóvia: Perspectivas de Misericórdia para Jovens”


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.