Arquidiocese do Rio de Janeiro

36º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 12/12/2018

12 de Dezembro de 2018

Apelo urgente do Presidente da Assembleia dos bispos católicos do Iraque, o patriarca Louis Raphael Sako

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

12 de Dezembro de 2018

Apelo urgente do Presidente da Assembleia dos bispos católicos do Iraque, o patriarca Louis Raphael Sako

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

09/08/2014 00:00 - Atualizado em 10/08/2014 00:08

Apelo urgente do Presidente da Assembleia dos bispos católicos do Iraque, o patriarca Louis Raphael Sako 0

A situação no Iraque tornou-se uma catástrofe humanitária e o risco de um genocídio cristão é mais que iminente.

A maior cidade cristã na planície de Nínive, Quaraqosh, caiu nas mãos do EIIL (Estado Islâmico do Iraque e do Levante) e as pessoas estão em fuga. Esta é a sede da Arquidiocese Siro Católica de Mossul, onde está o seminário católico sírio e onde se tornou também a casa mãe de várias congregações religiosas, que não podiam mais ficar em Mossul, por razões de segurança.

Já não é "mais uma questão "religiosa", mas contra uma religião concreta: os cristãos", alerta Dom Duarte da Cunha, secretário geral do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE).

Confira na íntegra o apelo urgente do Presidente da Assembleia dos bispos católicos do Iraque, o patriarca Louis Raphael Sako:

Apelo do Patriarcado caldeu pedindo ajuda urgente

Os militantes atacaram com morteiros a maioria das aldeias da planície de Nínive, durante a noite de 6 e 7 e agora estão controlando a área. Os cristãos, cerca de cem mil, horrorizados e em pânico, fugiram de suas aldeias e casas sem nada, só com as roupas do corpo. Um êxodo, uma verdadeira via crucis, os cristãos estão andando a pé no calor do verão escaldante do Iraque para as cidades curdas de Erbil, Duhok e Soulaymiyia, entre eles estão doentes, idosos, crianças e mulheres grávidas. Passam por uma catástrofe humanitária que corre o risco de se tornar num verdadeiro genocídio. Precisam de água, comida, abrigo...

Em relação às igrejas e propriedades da igreja nas aldeias agora ocupadas pelos militantes EIIL, temos relatos de destruição e profanação. Os antigos manuscritos e documentos (1500) estão sendo queimados.

Como é evidente para todos, o Governo Central é incapaz de fazer cumprir a lei e a ordem nesta parte do país. Há também dúvidas sobre a capacidade da região do Curdistão de defender sozinha o avanço feroz dos jihadistas. Claramente, há falta de cooperação entre o Governo Central e o Governo regional autônomo. E o Isis se beneficia desse "vazio" para impor a sua regra e terror. Há uma necessidade de apoio internacional e de um exército profissional, bem equipado. A situação vai de mal a pior.

Apelamos com tristeza e dor para a consciência de todos e todas as pessoas de boa vontade e as Nações Unidas e a União Européia, para salvar essas pessoas inocentes da morte. Esperamos que não seja tarde demais!

Card. Loius Raphael Sako, Patriarca de Babilónia dos Caldeus

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.