Arquidiocese do Rio de Janeiro

34º 18º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/09/2017

23 de Setembro de 2017

Ser discípulos e fazer discípulos

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Setembro de 2017

Ser discípulos e fazer discípulos

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

15/07/2014 12:31 - Atualizado em 17/07/2014 18:35
Por: Natassha Cotts (natassha@testemunhodefe.com.br)

Ser discípulos e fazer discípulos 0

Ser discípulos e fazer discípulos / Arqrio

Para realização da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013 a Arquidiocese do Rio teve a colaboração de 60 mil voluntários, entre eles 45 mil diocesanos e 15 mil divididos entre nacionais e internacionais. A cidade foi surpreendida pela beleza do testemunho de vida e fé da juventude fraterna, alegre e educada.

Os voluntários foram responsáveis por toda a organização do evento. Eles distribuíram kits de comida, deram informações nas estações de metrô e trem, formaram cordões de isolamento, ajudaram a organizar as catequeses. Seus esforços não visavam apenas o sucesso do encontro, mas todo serviço voltado para Deus.

“Consolidou em mim a certeza que não estou sozinha, e de que há apaixonados por Cristo no mundo inteiro. Pessoas boas, movidas pelo mesmo objetivo de expressar o amor a Cristo. Tive pena de não ter visitado mais o Rio e mesmo o Brasil, mas o trabalho me chamava e tive que voltar logo para Portugal”, destacou Maria do Carmo Vilas Boas, voluntária da JMJ.

O encontro com o Papa também permitiu pôr em prática conhecimentos profissionais. O padre Paulo Terroso, de nacionalidade portuguesa, é aluno de comunicação da Pontifícia Universidade de Santa Croce em Roma e ajudou na preparação das coletivas de imprensa em Copacabana. “Tive uma imagem muito positiva da Igreja brasileira, em particular dos jovens. Impressionou-me o empenho, a vida espiritual, o compromisso e o trabalho realizado como consequência de um percurso de fé”, apontou o sacerdote.

Jovens cederam suas vidas para a realização do encontro com o Papa Francisco no Rio. María Carlé Valera foi uma entre milhares. Ela é designer gráfica, venezuelana e trabalhou na comunicação da JMJ. “Meu caminho e o de muitos não foi fácil, para participar da Jornada. Cheguei com 150 reais para viver quatro meses no Rio, e isso me faz pensar que para Deus nada é impossível. Se Ele quer, torna realidade”, disse a jovem.

temp_titleDom_Orani_e_todos_os_Voluntrios_da_Parquia_Nossa_Senhora_da_Guia_e_Movimento_de_Vida_Crist_15072014123642
Dom Orani com os voluntários da Paróquia Nossa Senhora da Guia, no Lins

Nova Experiência

Alguns jovens participaram da Jornada de Madri como peregrinos em 2011 e vieram ao país para ter uma nova experiência.  “No Brasil tive momentos verdadeiramente de paz, amizade e comunhão com Deus. Estou pronta para ajudar às pessoas, sobretudo aquelas as quais não conheço, que precisam da ajuda desinteressada e de coração”, afirmou Nisaury Ventura, dominicana e voluntária.

“Celebrar um ano da JMJ é celebrar a fé, é celebrar a juventude, é celebrar a alegria de ser cristão e dar testemunho de todas as graças que o Senhor nos concedeu naquela semana da Jornada. E me sinto muito orgulhoso de ter feito parte da JMJ e de fazer parte da Igreja. Espero ansiosamente a JMJ de 2016”, disse o voluntário Thiago de Oliveira, da Paróquia Nossa Senhora da Guia, no Lins, e membro do Movimento de Vida Cristã (MVC).

temp_titleJames_Kellenher_autor_do_livro_Esprito_da_JMJ_15072014124336O espírito da JMJ

James Kelleher (foto ao lado) escreveu o livro intitulado “O espírito da JMJ” em conjunto com os amigos que fez no Comitê Organizador Local da Jornada (COL). A publicação é uma coletânea de testemunhos dos voluntários e peregrinos, e encontra-se disponível em inglês e polonês. O objetivo é que os leitores possam ter um momento de reflexão sobre o que a Jornada significou em suas vidas.

“Acredito que meu coração tenha mais Deus e isto se deve ao que vivi no Brasil; minha fé é mais forte agora, por isso resolvi escrever o livro”, afirmou James, voluntário, da diocese de Westmister, na Inglaterra.

Ide, sem medo, para servir

“Seguindo estas palavras, vocês experimentarão que quem evangeliza é evangelizado, quem transmite a alegria da fé recebe alegria. Queridos jovens, regressando às suas casas, não tenham medo de ser generosos com Cristo, de testemunhar o seu Evangelho”, afirmou o Papa Francisco na missa de envio da JMJ, no dia 28 julho de 2013.

Confira a programação das celebrações de um ano da JMJ Rio2013


Testemunhos:

"Experiência única"

"Foi um dos presentes mais belos da minha vida"

"A JMJ reacendeu em mim o desejo de servir a Deus com mais vontade e vigor"

"Valeu a pena"

"Tive contato com uma Igreja viva e jovem"

Leia também: 

Exposição de Fotografia Memória e Missão da JMJ Rio2013

As comemorações de um ano da JMJRio2013 serão realizadas de 15 a 27 de julho

Oração da Juventude



Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.