Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 12/11/2018

12 de Novembro de 2018

Diretório de Comunicação é lançado pela CNBB

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

12 de Novembro de 2018

Diretório de Comunicação é lançado pela CNBB

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

08/05/2014 03:45
Por: Fabíola Goulart (fabiolagoulart@testemunhodefe.com.br)

Diretório de Comunicação é lançado pela CNBB 0

Diretório de Comunicação é lançado pela CNBB / Arqrio

Com o objetivo de motivar a Igreja para a reflexão sobre os aspectos da comunicação e sua importância na vida da comunidade eclesial, foi publicado pelas Edições CNBB o Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil.

O lançamento ocorreu na 52ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em Aparecida. O Documento 99, como é chamado, foi muito procurado pelo episcopado brasileiro e antes mesmo do fim da assembleia já havia sido esgotado os exemplares trazidos para venda no evento.

O documento foi iniciativa do arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, quando presidente da Comissão para a Cultura, Educação e Comunicação, da CNBB, hoje apenas Comissão para a Comunicação Social.

“Havia uma necessidade de responder alguns questionamentos sérios que existiam em relação a transmissão pela televisão de atos litúrgicos, as várias situações relacionadas com a comunicação, as incompreensões do comunicador de olhar a comunicação com algo um pouco negativo... Então vimos que precisávamos ir além de fazer reuniões sobre estes assuntos, mas algo mais”, contou o cardeal.

O passo seguinte foi reunir material, com a busca até de diretórios e documentos de comunicação lançados em conferências episcopais de outros países, como a Itália. O trabalho foi continuado quando o arcebispo de Campo Grande (MS), Dom Dimas Lara Barbosa, sucedeu Dom Orani a frente da Comissão. O arcebispo do Rio continuou membro da Comissão, auxiliando nos trabalhos.

Para Dom Orani o momento não poderia ser mais propício, em meio as celebrações dos 50 anos do documento Inter Mirifica, o primeiro do Concílio Vaticano II, que abriu as portas para a reflexão sobre a comunicação na Igreja e para a evangelização.

“Vemos com muita alegria que saiu um Diretório de Comunicação para o Brasil na comemoração dos 50 anos do Inter Mirifica, com toda a beleza dessa continuidade, dessa caminhada de unidade, de fraternidade que representa o Diretório de Comunicação da Igreja do Brasil”, finalizou.

Segundo a assessora da Comissão Episcopal para a Comunicação, Irmã Elide Fogolari, a participação de Dom Orani foi decisiva para a realização do texto.

“Eu sinto uma grande admiração pelo amor que Dom Orani tem pela comunicação. Tenho certeza que a Arquidiocese do Rio de Janeiro e todo o Regional Leste 1 irão se destacar pela reflexão e pela prática desse diretório no dia a dia da comunicação na Igreja”, afirmou Irmã Elide.

Etapas

Foram mais de 13 anos de trabalho até o conteúdo atual. Formado por dez capítulos com diferentes reflexões sobre os aspectos da comunicação e indicações de ações com propostas de diversas atividades, o documento oferece também um glossário de comunicação com termos próprios da área. Pesquisadores, profissionais de comunicação e lideranças da Pastoral da Comunicação ajudaram na elaboração do documento.

Antes da aprovação final e publicação, o texto do Diretório foi publicado em forma de Estudo da CNBB (nº 101), “A comunicação na vida e missão da Igreja no Brasil”. A nova redação possui características próprias da realidade da comunicação pastoral da Igreja no Brasil.

O Diretório foi apresentado aos bispos na última Assembleia Geral, ocorrida em 2013, e recebeu emendas e sugestões. A decisão final ficou sob a responsabilidade do Conselho Permanente da CNBB, que o aprovou em março deste ano.

O Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil pode ser adquirido nas livrarias católicas ou na loja virtual das Edições CNBB. Ele também será apresentado no 4º Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação e no 2º Seminário Nacional de Jovens Comunicadores, entre os dias 24 e 27 de julho, em Aparecida (SP).


Foto: Fabíola Goulart


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.