Arquidiocese do Rio de Janeiro

38º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/02/2017

20 de Fevereiro de 2017

Cacique de Ramos recebe as bençãos do Padroeiro

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Fevereiro de 2017

Cacique de Ramos recebe as bençãos do Padroeiro

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

19/01/2013 00:00 - Atualizado em 21/01/2013 19:33

Cacique de Ramos recebe as bençãos do Padroeiro 0

Cacique de Ramos recebe as bençãos do Padroeiro / Arqrio

Na tarde deste sábado, 19 de janeiro, o cortejo ao Santo Mártir seguiu para a quadra do Cacique de Ramos, tradicional bloco carioca que tem São Sebastião como padroeiro, dando continuidade ao décimo terceiro dia de peregrinação da Trezena em honra ao Fiel Discípulo de Cristo.

A Imagem Missionária foi recebida pelo pároco da Paróquia São Geraldo, Padre Júlio César Costa, e pela diretoria do Grupo Recreativo Cacique de Ramos. Padre Júlio falou sobre as contribuições do Cacique de Ramos para a cultura musical da cidade, destacando a visita de São Sebastião como uma oportunidade de renovar a fé:

- Temos a oportunidade de ter no nosso território paroquial, não só um bloco, mas um patrimônio da música popular brasileira, que deu tantos frutos musicais para a nossa cultura. A vinda da Imagem de São Sebastião traz esperança, familiaridade. São Sebastião é irmão, é família e faz parte da nossa cidade do Rio de Janeiro.  Temos que apoiar e valorizar aquilo que é riqueza da nossa cidade, que é a música, a cultura e a alegria. Esse ano, o Cacique completa  52 anos de história, de papel fundamental na cultura da cidade. A visita de São Sebastião renova a fé das pessoas, é a Igreja indo ao encontro das pessoas. São Sebastião é o Santo do povo, então, para eles, é uma alegria poder renovar a fé, unir as famílias, é um momento de religiosidade, fé e oração, muito importante para a comunidade, afirmou.

O Grêmio Recreativo Cacique de Ramos irá completar 52 anos no próximo domingo, 20 de janeiro, dia de São Sebastião. O diretor do Cacique, Tuninho Cabral, agradeceu a proteção do Padroeiro, desde a fundação do bloco, há 52 anos:

- O Cacique de Ramos tem a felicidade de ser protegido por São Sebastião desde a fundação, há 52 anos. Temos a alegria de receber junto com a Trezena, a Imagem Peregrina do padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, nosso glorioso São Sebastião, pelo terceiro ano consecutivo, contou.

Na próxima segunda-feira, 21 de janeiro, a partir das 19h, será celebrada uma Missa na quadra do Cacique de Ramos, em comemoração pelos 52 anos de existência do tradicional bloco carioca.

O Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, falou sobre a importância de se valorizar a cultura da cidade, buscando semear a paz no mundo:

- O Cacique de Ramos faz parte da história e da cultura da cidade. A cultura carioca quer semear a paz, o mundo precisa disso. Que São Sebastião continue sendo exemplo na fé, disse.

*Texto: Elisa Simony

*Fotos: Guilherme Silva

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.