Arquidiocese do Rio de Janeiro

37º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 14/10/2019

14 de Outubro de 2019

Dom Orani: “Devemos viver a fraternidade e o amor, para que todos se sintam abraçados e acolhidos"

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

14 de Outubro de 2019

Dom Orani: “Devemos viver a fraternidade e o amor, para que todos se sintam abraçados e acolhidos"

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

19/01/2014 10:55 - Atualizado em 21/01/2014 17:40
Por: Andréia Gripp e Cláudia Brito de Albuquerque e Sá

Dom Orani: “Devemos viver a fraternidade e o amor, para que todos se sintam abraçados e acolhidos" 0

Dom Orani: “Devemos viver a fraternidade e o amor, para que todos se sintam abraçados e acolhidos

O último dia da Trezena de São Sebastião, 19 de janeiro, teve início com a Santa Missa na Comunidade Coração Novo, no Engenho Novo. Com a presença de muitos pastores, de diversas denominações, a celebração eucarística ganhou um cunho ecumênico.

A missa marcou, também, os 10 anos da missão de evangelização da comunidade nessa casa. Ao inciar a celebração, o arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta falou sobre o tema da Trezena, “São Sebastião: discípulo do amor e da caridade” e a importante contribuição das Novas Comunidades para a evangelização.

“Devemos viver a fraternidade e o amor, para que todos se sintam abraçados e acolhidos. Que as Novas comunidades levem vida a todos, testemunhando a fraternidade”, disse.

Participaram também da missa, membros do Conselho Estadual da Renovação Carismática e da Fraternidade Sol de Assis. O vigário episcopal do Vicariato Urbano, padre José Laudares, acompanha a comitiva durante todo o dia.

Anunciar o Cristo

Em sua homilia Dom Orani destacou a urgência da nova evangelização:

“Nos tempos que agora vivemos, devemos novamente anunciar com a nossa vida que Jesus Cristo é o Senhor. É uma providência celebrar hoje aqui, unido a representantes de diversas comunidades cristãs, para renovar a missão de anunciar e reanunciar a Cristo. Enquanto Igreja, temos uma fé comum e devemos buscar viver o ecumenismo.”

Também explicou o sentido do Ano da Caridade em nível arquidiocesano e convidou todos a estarem presentes na abertura, que acontecerá amanhã, dia 20 de janeiro, nas comemorações do padroeiro da arquidiocese e da cidade do Rio de Janeiro.

“No Ano da Caridade devemos lembrar a defesa da vida, desde a concepção até a morte natural, e o tema da Campanha da Fraternidade de 2014, que é o tráfico humano. Devemos fazer o bem por amor, por amor a Jesus Cristo”, pontuou o cardeal eleito.

Durante as preces dos fiéis, todos rezaram por Dom Orani, para que o Espírito Santo o ilumine e o fortaleça em sua nova missão: o cardinalato. Também rezaram pela unidade dos cristãos e pela Comunidade Coração Novo.

temp_titleDSC_0343_19012014221002No final da missa, o fundador da comunidade, Izaias de Souza Carneiro, transmitiu a Dom Orani uma mensagem do bispo referencial para o ecumenismo e diálogo inter-religioso no Regional Leste 1 da CNBB, Dom Francisco Biasini: “Diga a Dom Orani que primeiro me alegro e em segundo lugar, que o seu cardinalato reacende em mim a esperança na Igreja de Jesus Cristo.”

Após agradecer a Dom Orani, Izaias pediu que sua família entregasse ao novo cardeal um ícone de Jesus (foto).

Terminada a celebração eucarística, Dom Orani cumprimentou todos os pastores presentes e suas esposas, que lhe parabenizaram por sua eleição ao cardinalato e se comprometeram de rezar pela nova missão do arcebispo do Rio.

temp_title1390133443659_19012014114454
Padre Ademir recebe a imagem na Paróquia São Sebastião, em Olaria

Justiça para todos

A comitiva se dirigiu, então, para a Paróquia São Sebastião, em Olaria, onde foi recebida com muita festa pela comunidade local. O pároco, padre Ademir Martini recebeu a imagem de São Sebastião e a levou até o altar.

Dando início à celebração missionária, Dom Orani disse que é preciso fazer o bem nas pequenas coisas, a começar por um sorriso e destacou a importância de se fazer um exame de consciência para corrigir falhas e buscar ser melhor.

“É caridade social, também, buscar a justiça e a dignidade para todos. Não podemos nos conformar com a violência. O cristão deve mudar seu jeito de viver, começando na família, para contagiar a sociedade com o bem”, frisou.

Em homenagem ao padroeiro, crianças da Capela São Joaquim e Sant’Ana, no Complexo do Alemão, apresentaram uma coreografia da música de São Sebastião. Elas participam do projeto de inclusão digital mantido pela Pastoral do Menor na comunidade. Por fim, foi cantado o Hino do Vaticano, em homenagem a Dom Orani.

temp_title1390133903026_19012014114631Aline Valin, professora do projeto de inclusão digital contou sua emoção em participar com as crianças da Trezena. "Já é o segundo ano que as crianças do projeto fazem essa apresentação durante a Trezena. É uma emoção muito grande estar aqui. Temos recebido inúmeras graças através da imagem peregrina, pela intercessão de São Sebastião, em nossa comunidade", contou.

Padre Ademir afirmou que a celebração da Trezena na cidade é um chamado a seguir o exemplo de santidade de São Sebastião. "Essa celebração dá novo vigor para a comunidade. São sebastião nos inspira a buscar a santidade e os fiéis vão entendendo que esse é o grande objetivo e a razão de nossa vida enquanto cristãos. Por isso, é fundamental a passagem da imagem peregrina por nossa comunidade, especialmente acompanhada por esse grande missionário que é Dom Orani, agora nosso cardeal", afirmou o sacerdote.

A Trezena de São Sebastião continua nesta manhã com visita à Paróquia São Sebastião, em Parada de Lucas e ao Bloco Cacique de Ramos, em Ramos.

Confira a programação desta tarde:

14h30 – Visita ao Hospital Mário Kroefe, na Penha

15h20 – Capela São Sebastião: Estrada do Sertão, 563, na Freguesia, Jacarepaguá

16h30 – Capela São Sebastião: Estr. do Boiúna, 255 – Lt. S. Sebastião, na Taquara

18h – Missa de encerramento da novena da paróquia e da Trezena na Igreja S. Sebastião, Estrada dos Bandeirantes, 24.264, em Vargem Grande


Fotos: Guilherme Silva


Leia também:

A grande mensagem do padroeiro: é preciso manter a fé

Protagonistas da Fé

Festa da Caridade

"As pessoas tem sede e fome de serem atingidas pela boa notícia: Cristo"

2014: Novas oportunidades para recomeçar

"A paz é a resposta de quem deseja amar o próximo”

Escolas de caridade

São Sebastião visita a Zona Norte do Rio

Imagem de São Sebastião leva a mensagem da esperança e da caridade

Um santo ardente em caridade

Testemunho e exemplo na Trezena

São Sebastião leva esperança ao Hospital Central do Exército

Comunidades terapêuticas recebem imagem peregrina de São Sebastião

"Eles percebem que não estão sozinhos. A Igreja está com eles"

Uma manhã de júbilo para a Arquidiocese do Rio

Baixe os materiais da Trezena de São Sebastião 2014


 

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.