Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 16/11/2018

16 de Novembro de 2018

Cadastro nacional de grupo de jovens

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

16 de Novembro de 2018

Cadastro nacional de grupo de jovens

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

18/12/2013 10:46
Por: Jovens Conectados

Cadastro nacional de grupo de jovens 0

Cadastro nacional de grupo de jovens / Arqrio

Após a Jornada Mundial da Juventude Rio2013, muitos grupos de jovens ganharam um novo vigor. Agora a Equipe de Comunicação da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude da CNBB deseja estreitar relações e lança o desafio: quantos grupos de jovens existem hoje no Brasil? Mais do que responder esta pergunta, o Cadastro Nacional de Grupos de Jovens vai criar uma linha direta entre grupos e a Comissão, facilitando a comunicação e possibilitando conhecer melhor a realidade e o trabalho da base das diversas expressões juvenis da Igreja.

“Queremos saber onde os grupos estão, quem são eles, como se comunicam e como agem diante os desafios e particularidades de cada região. O cadastro também vai ajudar a própria Comissão e a Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional a identificar e acompanhar esses grupos para gerar mais unidade no processo de evangelização da juventude”, explica o padre Carlos Sávio da Costa Ribeiro, assessor nacional da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude

Segundo o coordenador da Equipe de Comunicação, o jornalista Fernando Geronazzo, em muitas paróquias e comunidades existem grupos de jovens que não estão diretamente ligados a um carisma ou expressão juvenil em âmbito nacional ou até diocesano. “A própria JMJ estimulou muitos jovens para se reunirem a partir de afinidades e realidades em comum. É importante que esses grupos caminhem em sintonia com as organizações eclesiais já estruturadas enquanto Pastoral Juvenil na Igreja”.

Com o desenvolvimento das mídias digitais, os jovens encontraram novos espaços de organização que ultrapassam as estruturas eclesiais já conhecidas. “Esse é um novo desafio para a evangelização da juventude, que a Equipe de Comunicação deseja conhecer melhor, para que esses jovens sejam acolhidos”, acrescenta o jornalista.

Faça o seu cadastro AQUI

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.