Arquidiocese do Rio de Janeiro

38º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 14/12/2018

14 de Dezembro de 2018

Ajuda da Igreja Católica ao povo sírio

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

14 de Dezembro de 2018

Ajuda da Igreja Católica ao povo sírio

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

24/10/2013 12:06
Por: Rádio Vaticano

Ajuda da Igreja Católica ao povo sírio 0

Ajuda da Igreja Católica ao povo sírio / Arqrio

O Pontifício Conselho Cor Unum divulgou alguns dados sobre a ajuda da Igreja Católica em favor da Síria. 

Setenta e dois milhões de dólares foram doados pelas organizações humanitárias católicas para a população síria e países vizinhos. Vinte cidades sírias foram beneficiadas graças às ajudas enviadas. Cinqüenta e cinco as entidades atuantes no local e 32 as instituições católicas engajadas até o momento.

Foram também ajudados os refugiados no Líbano, Jordânia, Turquia, Iraque, Chipre e Egito. Esses dados foram coletados no último dia 9, graças ao mapeamento da ajuda distribuída na Síria, realizado após a reunião de coordenação dos organismos caritativos católicos presentes no país, organizado pelo Pontifício Conselho Cor Unum em 4 e 5 de junho passado.

"A Igreja Católica local está engajada desde o início da crise, em 2011, num trabalho constante de fornecimento de ajuda humanitária à população atingida pela guerra na Síria. O Papa Francisco acompanhou com atenção a evolução da crise e o trabalho de assistência realizado pelas agências caritativas que foram recebidas em audiência pelo pontífice durante o último encontro promovido pelo Cor Unum. Ajudar a população síria, além das pertenças étnicas e religiosas, disse o Papa naquela ocasião, é a maneira mais direta de oferecer uma contribuição para a paz e a construção de uma sociedade aberta a todas as diferentes componentes", ressalta o Cor Unum num comunicado.

"A dificuldade em obter informações sobre as exigências da população afetada e o desenvolvimento da situação política e social, levou à esporadicidade das ajudas enviadas e à multiplicidade de formas de apoio às instituições presentes no local. Por isso, o encontro de junho passado foi uma ocasião para reunir as agências que trabalham no contexto da crise e decidir a criação de um gabinete de coordenação das informações sobre a ajuda humanitária fornecida pela Igreja Católica a fim de evitar a dispersão dos esforços realizados e a falta de uma abordagem homogênea". 

"Este instrumento fornecerá à Igreja um quadro completo da situação do trabalho humanitário desempenhado e uma análise mais acurada das necessidades locais. A atividade de gestão do gabinete foi confiada à Caritas Oriente Médio e Norte da África, com sede em Beirute, que terá a tarefa de compreender e monitorar a extensão da ajuda e partilhar informações com todas as instituições envolvidas, incluindo aquelas não presentes na reunião do Cor Unum", conclui a nota do organismo vaticano.

Foto: Rádio Vaticano

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.