Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 16/11/2018

16 de Novembro de 2018

Representantes das arquidioceses das cidades-sede da Copa do Mundo reúnem-se em Brasília

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

16 de Novembro de 2018

Representantes das arquidioceses das cidades-sede da Copa do Mundo reúnem-se em Brasília

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

17/10/2013 12:39
Por: Imprensa CNBB

Representantes das arquidioceses das cidades-sede da Copa do Mundo reúnem-se em Brasília 0

Representantes das arquidioceses das cidades-sede da Copa do Mundo reúnem-se em Brasília / Arqrio

Com a finalidade de discutir questões relativas à ação pastoral durante a Copa do Mundo do Brasil, a Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, o Setor Mobilidade Humana e a Pastoral do Turismo promovem, desde quarta-feira, dia 16 de outubro, um encontro com representantes das arquidioceses das cidades que sediarão esse campeonato mundial. O está sendo realizado nas Pontifícias Obras Missionárias e será encerrado hoje, dia 17. Na programação, celebrações, palestras e partilhas de experiências.

“Estamos nos aproximando da Copa de 2014. Sabemos que um evento desta magnitude influencia a vida dos países que se propõem em sediá-la”, afirma o bispo referencial da Pastoral do Turismo e arcebispo de Maringá (PR), Dom Anuar Battisti, sobre a preocupação desta Pastoral com as consequências da realização da Copa do Mundo no Brasil. 

Dom Anuar Battisti lembra as comunidades impactadas pelas obras da Copa. “As remoções estão acontecendo devido às obras de infraestrutura em preparação para evento. Precisamos nos posicionar, como Igreja, diante da realidade sofrida por estas pessoas”, ressalta.

Recorda, ainda, a exploração sexual e o tráfico humano. “Junto com o turismo, necessário ao nosso país, veremos aumentar o risco de situações de prostituição atingindo especialmente a juventude e até mesmo crianças e adolescentes, fato que já é realidade em nosso país”, explica.

Além disso, a Pastoral do Turismo preocupa-se, também, com a acolhida dos turistas que virão participar da Copa e conhecer o Brasil. “Queremos marcar presença como Igreja acolhendo, oferecendo oportunidade de oração e, principalmente, manifestar nossa hospitalidade”, disse.

Informações: (61) 3340-4494 ou pelo e-mail: mobilidadehumana@cnbb.org.br

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.