Arquidiocese do Rio de Janeiro

36º 23º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 12/12/2018

12 de Dezembro de 2018

Morrem a cada dia 1.400 crianças com menos de 5 anos, devido à falta de água potável

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

12 de Dezembro de 2018

Morrem a cada dia 1.400 crianças com menos de 5 anos, devido à falta de água potável

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

16/10/2013 00:00 - Atualizado em 17/10/2013 12:24
Por: Agência Fides

Morrem a cada dia 1.400 crianças com menos de 5 anos, devido à falta de água potável 0

 Morrem a cada dia 1.400 crianças com menos de 5 anos, devido à falta de água potável / Arqrio

Por causa da diarreia, causada pela falta de água potável e serviços de saúde, morrem a cada dia 1.400 crianças com menos de 5 anos de idade. Elas são a cada ano mais de 600 mil num total de total de mais de 1 milhão e 700 mil casos.

A diarréia continua sendo a segunda principal causa de morte de crianças menores de 5 anos em todo o mundo. Esse tipo de doença alimenta nas crianças a possibilidade de desnutrição crônica, com atraso no crescimento, bem como uma despesa enorme para a sociedade.

Bastariam precauções simples para evitar a infecção, lavar as mãos com sabão antes de comer e depois de ir ao banheiro. É o que ensina o programa WASH do NICEF por ocasião da celebração do sexto Dia Mundial da Lavagem das Mãos, em 15 de outubro. As atividades realizadas foram todas voltadas para a promoção deste hábito e para conscientizar as pessoas sobre a sua importância fundamental para a sobrevivência de crianças e para a saúde da comunidade em geral.

Dentre os vários países do mundo, participaram da iniciativa cerca de 5 milhões de crianças na Etiópia, irão aderir 3.300 escolas, com quase um milhão e quinhentas mil crianças no Iêmen, milhares de crianças em idade escolar no Vietnã, 450 escolas de ensino fundamental na Serra Leoa e 424 no Mali, 200 escolas em 50 comunidades na Gâmbia, 12 cidades na Indonésia e 22 centros educacionais em vários municípios da Bolívia.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.