Arquidiocese do Rio de Janeiro

27º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 27/04/2017

27 de Abril de 2017

Guarde a Palavra de Deus no coração

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

27 de Abril de 2017

Guarde a Palavra de Deus no coração

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

22/09/2015 15:21 - Atualizado em 22/09/2015 15:22

Guarde a Palavra de Deus no coração 0

22/09/2015 15:21 - Atualizado em 22/09/2015 15:22

Perguntaram a um cristão, homem de negócios: Como você pode se dar ao luxo de gastar tanto tempo com a Bíblia? E ele respondeu: O que não posso é me dar ao luxo de não gastar tempo diariamente com a Palavra de Deus. E ninguém pode. É preciso dar a César o que é de César, e dar a Deus o que é de Deus. Esse tempo é de Deus.

Infelizmente, muitos cristãos não o entenderam ainda. E aqui poderíamos parafrasear a passagem da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios: “Esta é a razão por que entre vós muitos andam doentes e enfraquecidos e muitos já estão mortos” (1 Cor 11,30).

Dê você também a Deus o que é de Deus! Sem alimento ninguém vive. A cada dia que passa temos de colher a nossa porção de alimento, assim como o povo de Deus colhia sua porção de Maná. Do contrário, andaremos cambaleando pelo deserto da vida e, talvez, não cheguemos à “terra prometida”, mas morramos no deserto por falta de alimento.

Felizes os que se alimentaram do Pão da Vida, porque estes viverão eternamente. Felizes os que entenderam a importância da Bíblia no seu dia a dia. Eles serão os vencedores!

Sinceramente, era bem superficial o gosto e o conhecimento que eu tinha da Palavra de Deus. E hoje posso perceber como fui me aprofundando dia após dia, apurando o meu gosto pela Palavra. Como cresceu meu conhecimento! A cada dia a Palavra me desafia, e isso me obriga a avançar. É uma aventura espiritual.

A maior graça, porém, é saber que os ensinamentos não permaneceram na cabeça. Eles impregnaram toda a minha vida! Hoje eu sinto a Palavra integrada presente na minha maneira de pensar, nas minhas atitudes, nas minhas conversas… Em tudo!

É para enfrentarmos todas as coisas que o Senhor quer nos preparar. Não bastará ter um conhecimento superficial da Bíblia, nem será suficiente ter um conhecimento intelectual dela. Será preciso que ela se torne carne da nossa carne.

Se a Palavra estiver assimilada dessa maneira, nada e nem ninguém conseguirá retirá-la de nós, pois estará guardada numa dimensão mais profunda, estará gravada no nosso coração!

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Guarde a Palavra de Deus no coração

22/09/2015 15:21 - Atualizado em 22/09/2015 15:22

Perguntaram a um cristão, homem de negócios: Como você pode se dar ao luxo de gastar tanto tempo com a Bíblia? E ele respondeu: O que não posso é me dar ao luxo de não gastar tempo diariamente com a Palavra de Deus. E ninguém pode. É preciso dar a César o que é de César, e dar a Deus o que é de Deus. Esse tempo é de Deus.

Infelizmente, muitos cristãos não o entenderam ainda. E aqui poderíamos parafrasear a passagem da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios: “Esta é a razão por que entre vós muitos andam doentes e enfraquecidos e muitos já estão mortos” (1 Cor 11,30).

Dê você também a Deus o que é de Deus! Sem alimento ninguém vive. A cada dia que passa temos de colher a nossa porção de alimento, assim como o povo de Deus colhia sua porção de Maná. Do contrário, andaremos cambaleando pelo deserto da vida e, talvez, não cheguemos à “terra prometida”, mas morramos no deserto por falta de alimento.

Felizes os que se alimentaram do Pão da Vida, porque estes viverão eternamente. Felizes os que entenderam a importância da Bíblia no seu dia a dia. Eles serão os vencedores!

Sinceramente, era bem superficial o gosto e o conhecimento que eu tinha da Palavra de Deus. E hoje posso perceber como fui me aprofundando dia após dia, apurando o meu gosto pela Palavra. Como cresceu meu conhecimento! A cada dia a Palavra me desafia, e isso me obriga a avançar. É uma aventura espiritual.

A maior graça, porém, é saber que os ensinamentos não permaneceram na cabeça. Eles impregnaram toda a minha vida! Hoje eu sinto a Palavra integrada presente na minha maneira de pensar, nas minhas atitudes, nas minhas conversas… Em tudo!

É para enfrentarmos todas as coisas que o Senhor quer nos preparar. Não bastará ter um conhecimento superficial da Bíblia, nem será suficiente ter um conhecimento intelectual dela. Será preciso que ela se torne carne da nossa carne.

Se a Palavra estiver assimilada dessa maneira, nada e nem ninguém conseguirá retirá-la de nós, pois estará guardada numa dimensão mais profunda, estará gravada no nosso coração!

 

Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II