Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 27/03/2017

27 de Março de 2017

Deus tem o poder de nos transformar

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

27 de Março de 2017

Deus tem o poder de nos transformar

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

30/06/2015 16:00 - Atualizado em 30/06/2015 16:00

Deus tem o poder de nos transformar 1

30/06/2015 16:00 - Atualizado em 30/06/2015 16:00

A nossa geração é aquela que costumo chamar de “fim de feira”. Quando acaba a feira podemos ver que os próprios feirantes jogam fora muita coisa podre, coisa estragada.

São verduras murchas, legumes estragados e até mesmo aquilo que era bom, mas caiu no chão e pisaram por cima. Eles recolhem tudo e fica aquele “fim de feira”. Depois vêm os coletores de lixo, juntando tudo. Depois de recolher aquilo que vai para o lixo, ainda vêm aqueles esguichos para lavar tudo.

Nossa geração é assim. Nós somos os culpados, mas também as vítimas. E Deus olhou para nossa geração - viu que somos as vítimas, pois o inimigo sabendo que pouco tempo lhe resta, veio sobre nós com grande ira. É por isso que tudo acontece! Mas Deus não nos desamparou.

Por isso, Deus nos deu a receita: os dias são maus; aquilo que o homem não é capaz de fazer, pegar aquelas frutas, verduras que estão acabadinhas, que não têm mais como voltar atrás, Deus tem o poder de transformar tudo isso. Ele está pegando as frutas, verduras e legumes estragados, que somos nós, e refazendo tudo.

Eu fui assim, o inimigo já queria me jogar no lixo, mesmo sendo padre, mas o Senhor me pegou na mão. E tenho certeza que com você também foi assim! Olhando para sua vida, com muita gratidão, você pode dizer que é dessa geração “fim de feira”, que o Senhor se debruçou sobre você e te pegou no meio de tantas coisas estragadas.

O mundo está fazendo cada vez mais isso, quer jogar fora, tudo aquilo que não presta, que ele mesmo estragou. O mundo nos leva ao adultério, ao alcoolismo, à depravação, às doenças, à sexualidade desregrada, às drogas, e, depois que não tem mais nada a fazer, ele nos descarta, pois não tem como recuperar e reaver, pelo contrário, a sanha dele é essa.

Não duvide! Quando o mundo te incentiva a ir para os prazeres, ele não está querendo que você seja feliz, Ele está enganando você. Ele lambuza as coisas para agradar a nossa carne e nos empurra ao pecado para nos estragar e nos tornar esta geração “fim de feira”. Mas Deus foi e nos pegou nos estados em que estávamos, e aquilo que ninguém podia fazer, Ele o fez pelo o Seu Espírito Santo.

Deixe seu comentário

Comentários (1)

Vanda da Costa Barreto Jul 1st 2015, 09:29

Eu creio e espero. Obrigada pela mensagem Monsenhor Jonas Abib. Peço sua Benção para mim e minha família.

0 Resposta Responder
Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Deus tem o poder de nos transformar

30/06/2015 16:00 - Atualizado em 30/06/2015 16:00

A nossa geração é aquela que costumo chamar de “fim de feira”. Quando acaba a feira podemos ver que os próprios feirantes jogam fora muita coisa podre, coisa estragada.

São verduras murchas, legumes estragados e até mesmo aquilo que era bom, mas caiu no chão e pisaram por cima. Eles recolhem tudo e fica aquele “fim de feira”. Depois vêm os coletores de lixo, juntando tudo. Depois de recolher aquilo que vai para o lixo, ainda vêm aqueles esguichos para lavar tudo.

Nossa geração é assim. Nós somos os culpados, mas também as vítimas. E Deus olhou para nossa geração - viu que somos as vítimas, pois o inimigo sabendo que pouco tempo lhe resta, veio sobre nós com grande ira. É por isso que tudo acontece! Mas Deus não nos desamparou.

Por isso, Deus nos deu a receita: os dias são maus; aquilo que o homem não é capaz de fazer, pegar aquelas frutas, verduras que estão acabadinhas, que não têm mais como voltar atrás, Deus tem o poder de transformar tudo isso. Ele está pegando as frutas, verduras e legumes estragados, que somos nós, e refazendo tudo.

Eu fui assim, o inimigo já queria me jogar no lixo, mesmo sendo padre, mas o Senhor me pegou na mão. E tenho certeza que com você também foi assim! Olhando para sua vida, com muita gratidão, você pode dizer que é dessa geração “fim de feira”, que o Senhor se debruçou sobre você e te pegou no meio de tantas coisas estragadas.

O mundo está fazendo cada vez mais isso, quer jogar fora, tudo aquilo que não presta, que ele mesmo estragou. O mundo nos leva ao adultério, ao alcoolismo, à depravação, às doenças, à sexualidade desregrada, às drogas, e, depois que não tem mais nada a fazer, ele nos descarta, pois não tem como recuperar e reaver, pelo contrário, a sanha dele é essa.

Não duvide! Quando o mundo te incentiva a ir para os prazeres, ele não está querendo que você seja feliz, Ele está enganando você. Ele lambuza as coisas para agradar a nossa carne e nos empurra ao pecado para nos estragar e nos tornar esta geração “fim de feira”. Mas Deus foi e nos pegou nos estados em que estávamos, e aquilo que ninguém podia fazer, Ele o fez pelo o Seu Espírito Santo.

Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II