Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 18º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 24/05/2019

24 de Maio de 2019

Jornada Diocesana da Juventude 2014

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

24 de Maio de 2019

Jornada Diocesana da Juventude 2014

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

12/04/2014 16:24 - Atualizado em 12/04/2014 16:28

Jornada Diocesana da Juventude 2014 0

12/04/2014 16:24 - Atualizado em 12/04/2014 16:28

temp_titleCartaz_Jornada_Diocesana_FINAL_25032014190834A Igreja em todo o mundo celebra anualmente as Jornadas da Juventude: no Domingo de Ramos em nível diocesano, e a cada dois ou três anos em nível internacional, como aconteceu no Rio de Janeiro no ano passado, momento de graça e da presença do Senhor em nosso meio. A próxima acontecerá na Polônia em 2016, na cidade de Cracóvia.

O Papa Francisco dirigiu uma mensagem aos jovens em preparação para a XXIX Jornada Mundial da Juventude 2014(diocesana), que terá como tema: “Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu” (Mt 5,3). O Santo Padre dirigiu sua mensagem baseada na herança deixada pelo Beato João Paulo II e prosseguida por Bento XVI por ocasião de cada Jornada Mundial da Juventude.

Depois da extraordinária JMJ vivida no Rio de Janeiro em julho do ano passado, o Santo Padre Francisco retoma o diálogo com os jovens de todo o mundo e apresenta-lhes os temas das três próximas edições do evento. Tudo isso para que os jovens façam o caminho espiritual que nos três anos conduzirá à celebração internacional em Cracóvia, no mês de julho de 2016.

Os temas das três próximas jornadas Mundiais da Juventude foram extraídos das Bem-aventuranças evangélicas, e mostram como o Santo Padre considera esta passagem do Evangelho de Mateus, que é o ponto central para a vida dos cristãos, chamados a dela fazer um concreto programa de vida e o centro de seu pontificado, portanto, da vida e do agir da Igreja. E ser bem-aventurado é, antes de tudo, ter caridade.

Na mensagem, o Papa Francisco lembra aos jovens que o próprio Jesus mostrou o caminho a seguir, encarnando as Bem-aventuranças em toda a sua vida. Viver as Bem-aventuranças, hoje, é para os jovens um verdadeiro e próprio desafio a seguir Jesus, indo contra a corrente e testemunhando a sua novidade revolucionária.

O Papa Francisco também falou aos jovens sobre o significado de ser pobre em espírito, entrando assim no coração do tema desta Jornada Mundial da Juventude. Jesus escolheu um caminho de despojamento e de pobreza, e o Papa dirige aos jovens o forte convite a imitá-Lo, indicando-lhes o exemplo de São Francisco de Assis. Os jovens cristãos são chamados à conversão, a abraçar um estilo de vida evangélica marcada pela sobriedade e serenidade. 

Depois disso, o Papa ressaltou a ligação profunda da JMJ do Rio, cujo tema foi: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt28,19) e a Bem-aventurança dos pobres em espírito. Neste ponto, o Papa Francisco ressaltou que: “a pobreza evangélica é condição essencial para que o Reino de Deus se estenda”. Nessa mensagem, ele recordou também o trigésimo aniversário da entrega da cruz do jubileu da redenção aos jovens. Foi precisamente depois do ato simbólico de João Paulo II que se iniciou a grande peregrinação juvenil que, desde então, continua a atravessar os cinco continentes.

Neste Domingo de Ramos teremos a oportunidade de entregar, em Roma, na Praça de São Pedro, na celebração presidida pelo Papa Francisco, os símbolos para a Arquidiocese de Cracóvia, como é tradição: a cruz da Jornada e o ícone de Nossa Senhora.

O Papa Francisco anunciou aos jovens que após a canonização de João Paulo II ele “será o grande patrono das Jornadas Mundiais da Juventude, de que foi iniciador e impulsionador”.

A juventude do Rio de Janeiro celebrará a Jornada Diocesana da Juventude no Complexo do Alemão. O Setor Juventude da Arquidiocese está organizando uma procissão seguida de Missa, que será realizada no sábado, dia 12 de abril, véspera do Domingo de Ramos. A partir das 14h, os jovens das paróquias, movimentos, novas comunidades, congregações e pastorais da juventude estão convidados a se concentrarem na Praça de Inhaúma, em frente à Paróquia São Tiago, zona norte do Rio, para a procissão dos Ramos, que vai se dirigir até o Everest Atlético Club, no Complexo do Alemão.

O objetivo é relembrar a Jornada Mundial da Juventude e concretizar o apelo do Papa Francisco de “ir ao encontro das periferias existenciais”. O Setor Juventude pede que os jovens levem seus ramos e que contribuam com 1kg de alimento não perecível para as ações sociais desenvolvidas naquelas comunidades. 
Após a procissão, o bispo diocesano de Valença e referencial para a juventude do Regional Leste 1, Dom Nelson Francelino Ferreira, celebrará a Santa Missa. 

O povo, e em especial a juventude carioca, traz em seu coração as lembranças e marcas da JMJ Rio2013. O grande encontro com o Papa Francisco tocou a muitos, mas a experiência do ano passado não pode ficar para trás. 

Portanto, eis que convido você a participar deste evento com toda a energia e a alegria de ser jovem de Cristo.

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Jornada Diocesana da Juventude 2014

12/04/2014 16:24 - Atualizado em 12/04/2014 16:28

temp_titleCartaz_Jornada_Diocesana_FINAL_25032014190834A Igreja em todo o mundo celebra anualmente as Jornadas da Juventude: no Domingo de Ramos em nível diocesano, e a cada dois ou três anos em nível internacional, como aconteceu no Rio de Janeiro no ano passado, momento de graça e da presença do Senhor em nosso meio. A próxima acontecerá na Polônia em 2016, na cidade de Cracóvia.

O Papa Francisco dirigiu uma mensagem aos jovens em preparação para a XXIX Jornada Mundial da Juventude 2014(diocesana), que terá como tema: “Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu” (Mt 5,3). O Santo Padre dirigiu sua mensagem baseada na herança deixada pelo Beato João Paulo II e prosseguida por Bento XVI por ocasião de cada Jornada Mundial da Juventude.

Depois da extraordinária JMJ vivida no Rio de Janeiro em julho do ano passado, o Santo Padre Francisco retoma o diálogo com os jovens de todo o mundo e apresenta-lhes os temas das três próximas edições do evento. Tudo isso para que os jovens façam o caminho espiritual que nos três anos conduzirá à celebração internacional em Cracóvia, no mês de julho de 2016.

Os temas das três próximas jornadas Mundiais da Juventude foram extraídos das Bem-aventuranças evangélicas, e mostram como o Santo Padre considera esta passagem do Evangelho de Mateus, que é o ponto central para a vida dos cristãos, chamados a dela fazer um concreto programa de vida e o centro de seu pontificado, portanto, da vida e do agir da Igreja. E ser bem-aventurado é, antes de tudo, ter caridade.

Na mensagem, o Papa Francisco lembra aos jovens que o próprio Jesus mostrou o caminho a seguir, encarnando as Bem-aventuranças em toda a sua vida. Viver as Bem-aventuranças, hoje, é para os jovens um verdadeiro e próprio desafio a seguir Jesus, indo contra a corrente e testemunhando a sua novidade revolucionária.

O Papa Francisco também falou aos jovens sobre o significado de ser pobre em espírito, entrando assim no coração do tema desta Jornada Mundial da Juventude. Jesus escolheu um caminho de despojamento e de pobreza, e o Papa dirige aos jovens o forte convite a imitá-Lo, indicando-lhes o exemplo de São Francisco de Assis. Os jovens cristãos são chamados à conversão, a abraçar um estilo de vida evangélica marcada pela sobriedade e serenidade. 

Depois disso, o Papa ressaltou a ligação profunda da JMJ do Rio, cujo tema foi: “Ide e fazei discípulos entre todas as nações” (Mt28,19) e a Bem-aventurança dos pobres em espírito. Neste ponto, o Papa Francisco ressaltou que: “a pobreza evangélica é condição essencial para que o Reino de Deus se estenda”. Nessa mensagem, ele recordou também o trigésimo aniversário da entrega da cruz do jubileu da redenção aos jovens. Foi precisamente depois do ato simbólico de João Paulo II que se iniciou a grande peregrinação juvenil que, desde então, continua a atravessar os cinco continentes.

Neste Domingo de Ramos teremos a oportunidade de entregar, em Roma, na Praça de São Pedro, na celebração presidida pelo Papa Francisco, os símbolos para a Arquidiocese de Cracóvia, como é tradição: a cruz da Jornada e o ícone de Nossa Senhora.

O Papa Francisco anunciou aos jovens que após a canonização de João Paulo II ele “será o grande patrono das Jornadas Mundiais da Juventude, de que foi iniciador e impulsionador”.

A juventude do Rio de Janeiro celebrará a Jornada Diocesana da Juventude no Complexo do Alemão. O Setor Juventude da Arquidiocese está organizando uma procissão seguida de Missa, que será realizada no sábado, dia 12 de abril, véspera do Domingo de Ramos. A partir das 14h, os jovens das paróquias, movimentos, novas comunidades, congregações e pastorais da juventude estão convidados a se concentrarem na Praça de Inhaúma, em frente à Paróquia São Tiago, zona norte do Rio, para a procissão dos Ramos, que vai se dirigir até o Everest Atlético Club, no Complexo do Alemão.

O objetivo é relembrar a Jornada Mundial da Juventude e concretizar o apelo do Papa Francisco de “ir ao encontro das periferias existenciais”. O Setor Juventude pede que os jovens levem seus ramos e que contribuam com 1kg de alimento não perecível para as ações sociais desenvolvidas naquelas comunidades. 
Após a procissão, o bispo diocesano de Valença e referencial para a juventude do Regional Leste 1, Dom Nelson Francelino Ferreira, celebrará a Santa Missa. 

O povo, e em especial a juventude carioca, traz em seu coração as lembranças e marcas da JMJ Rio2013. O grande encontro com o Papa Francisco tocou a muitos, mas a experiência do ano passado não pode ficar para trás. 

Portanto, eis que convido você a participar deste evento com toda a energia e a alegria de ser jovem de Cristo.

Cardeal Orani João Tempesta
Autor

Cardeal Orani João Tempesta

Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro