Arquidiocese do Rio de Janeiro

30º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 05/03/2021

05 de Março de 2021

Nossa Senhora de Lourdes

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

05 de Março de 2021

Nossa Senhora de Lourdes

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

12/02/2021 12:59

Nossa Senhora de Lourdes 0

12/02/2021 12:59

Celebramos neste dia 11 de fevereiro a memória de Nossa Senhora de Lourdes, e o Dia Mundial dos Enfermos.

Confiemos a Nossa Senhora, invocada pelo título de Lourdes, todos os nossos parentes e amigos doentes, em especial, aqueles que sofrem com a Covid-19. Peçamos que Nossa Senhora de Lourdes sua intercessão e tão logo a vacina imunizante chegue logo a toda população.
Estar ao lado dos enfermos é um gesto de amor e de misericórdia, é ainda, um dever cristão confortar os doentes e aqueles que sofrem no momento de dor. E, também, confortar os familiares que sofrem junto com os enfermos e ficam desesperados. Levar um apoio e uma palavra amiga é sempre reconfortante e ainda mais levar o conforto da fé.

Quero aqui recordar e agradecer o trabalho da Pastoral da Saúde que atua nos hospitais, clínicas, abrigos asilos e nas paróquias, confortando aqueles que lá se encontram, fazendo um excepcional trabalho em nome de Cristo e da Igreja. Muitos cristãos leigos que deixam suas casas, seus afazeres domésticos, para estar ao lado daqueles que mais sofrem. Agora devido à pandemia do novo coronavírus ficou um pouco mais difícil o trabalho devido ao perigo do contágio, mas aos poucos estão voltando e mesmo com a pandemia muitos continuaram o seu trabalho.

O trabalho da Pastoral da Saúde é um trabalho em favor da vida, assim como o trabalho dos médicos e enfermeiros. Logicamente, que cada um com a sua responsabilidade devida. Os membros da Pastoral da Saúde são voluntários. Sim, o voluntariado é uma grande bênção de Deus e da Igreja em favor dos doentes. Deus seja louvado e abençoe a todos os voluntários da Pastoral da Saúde! Mas, não deixa de ser um trabalho em favor da vida, pois uma palavra dirigida com fé e amor a um enfermo pode salvar a vida dele.

Por isso, no dia de Nossa Senhora de Lourdes celebramos a Missa confiando todos os enfermos a intercessão de Nossa Senhora de Lourdes e agradecendo o incansável trabalho dos membros da Pastoral da Saúde. Nesse dia aproveitamos para bendizer a Deus pelos trabalhos da Pastoral da Saúde do ano corrente e pedindo que mais pessoas possam aderir a esse maravilhoso trabalho. Com certeza, receberemos a recompensa desse grandioso trabalho que fazemos em favor dos enfermos.

Neste ano doa XXIX Dia Mundial do doente, a mensagem do Papa Francisco cita Mt 23, 8: “Um só é o vosso Mestre e vós sois todos irmãos”. E continua com o tema: A relação de confiança, na base do cuidado dos doentes. Ela recorda que “uma sociedade é tanto mais humana quanto melhor souber cuidar dos seus membros frágeis e atribulados e o fizer com uma eficiência animada por amor fraterno.” (n. 5)

No ano de 1858, a Virgem Santíssima apareceu nos arredores de Lourdes, na França, na gruta Massabielle, a uma jovem chamada Bernadete, hoje canonizada com o título de Santa Bernadete. Essa santa deixou por escrito o seu testemunho do encontro com Nossa Senhora, podendo ser conferido nos dias de hoje no ofício das leituras da Liturgia das Horas, da festa de hoje.

Certo dia Bernadete foi com duas amigas as margens do rio Gave buscar lenha, ouviu um barulho, voltou ao redor e não viu nenhuma árvore balançando. Bernadete levanta o olhar e vê uma gruta, ela observa nessa gruta uma Senhora vestida de branco. Tinha um vestido alvo com uma faixa azul celeste na cintura e uma rosa de ouro em cada pé, além de trazer um Rosário em suas mãos da cor da rosa que estava em seus pés.

Somente na terceira vez, a Senhora de Lourdes falou com Bernadete e perguntou se ela queria voltar ali por mais quinze dias. Durante quinze dia, Bernadete lá voltou e a Senhora de Lourdes lhe apareceu durante esses quinze dias, com exceção de uma segunda e de uma sexta-feira.

A Senhora de Lourdes repetiu várias vezes a Bernadete que pedisse aos sacerdotes que construísse ali uma capela. Ela pedia ainda que Bernadete fosse a fonte lavar o rosto e que rezasse pelos pecadores. Muitas vezes Bernadete perguntava quem Ela era e Santa Senhora simplesmente sorria. Finalmente, com os braços e olhos erguidos para o céu, disse a Bernadete que era a “Imaculada Conceição”. (Cf. testemunho de Bernadete). Quatro anos antes, tinha sido proclamado o dogma da Imaculada Conceição.

Nossa Senhora pede o essencial para a nossa felicidade que é a “conversão dos pecadores”. Ela pediu para que rezássemos pela conversão deles com a oração, conversão e penitência.

Neste dia de Nossa Senhora de Lourdes, além de rezarmos pelos enfermos e desempregados, confiemos a Maria Santíssima todos os pecadores, para que através da oração, busquem a Deus e se convertam. Em breve entraremos num tempo propício para a conversão dos pecadores, que é o tempo quaresmal. Que Deus e Nossa Senhora de Lourdes nos conduzam sempre no caminho do bem e da felicidade.

Celebremos com alegria no coração a festa de Nossa Senhora de Lourdes, pedindo que Ela interceda por cada um de nós, em especial, os doentes, pobres, desempregados e pecadores. Se pudermos, vamos à celebração Eucarística ou participemos pela internet, TV ou rádio.

Nossa Senhora de Lourdes, rogai por nós.

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.
Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ
 


 
Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Nossa Senhora de Lourdes

12/02/2021 12:59

Celebramos neste dia 11 de fevereiro a memória de Nossa Senhora de Lourdes, e o Dia Mundial dos Enfermos.

Confiemos a Nossa Senhora, invocada pelo título de Lourdes, todos os nossos parentes e amigos doentes, em especial, aqueles que sofrem com a Covid-19. Peçamos que Nossa Senhora de Lourdes sua intercessão e tão logo a vacina imunizante chegue logo a toda população.
Estar ao lado dos enfermos é um gesto de amor e de misericórdia, é ainda, um dever cristão confortar os doentes e aqueles que sofrem no momento de dor. E, também, confortar os familiares que sofrem junto com os enfermos e ficam desesperados. Levar um apoio e uma palavra amiga é sempre reconfortante e ainda mais levar o conforto da fé.

Quero aqui recordar e agradecer o trabalho da Pastoral da Saúde que atua nos hospitais, clínicas, abrigos asilos e nas paróquias, confortando aqueles que lá se encontram, fazendo um excepcional trabalho em nome de Cristo e da Igreja. Muitos cristãos leigos que deixam suas casas, seus afazeres domésticos, para estar ao lado daqueles que mais sofrem. Agora devido à pandemia do novo coronavírus ficou um pouco mais difícil o trabalho devido ao perigo do contágio, mas aos poucos estão voltando e mesmo com a pandemia muitos continuaram o seu trabalho.

O trabalho da Pastoral da Saúde é um trabalho em favor da vida, assim como o trabalho dos médicos e enfermeiros. Logicamente, que cada um com a sua responsabilidade devida. Os membros da Pastoral da Saúde são voluntários. Sim, o voluntariado é uma grande bênção de Deus e da Igreja em favor dos doentes. Deus seja louvado e abençoe a todos os voluntários da Pastoral da Saúde! Mas, não deixa de ser um trabalho em favor da vida, pois uma palavra dirigida com fé e amor a um enfermo pode salvar a vida dele.

Por isso, no dia de Nossa Senhora de Lourdes celebramos a Missa confiando todos os enfermos a intercessão de Nossa Senhora de Lourdes e agradecendo o incansável trabalho dos membros da Pastoral da Saúde. Nesse dia aproveitamos para bendizer a Deus pelos trabalhos da Pastoral da Saúde do ano corrente e pedindo que mais pessoas possam aderir a esse maravilhoso trabalho. Com certeza, receberemos a recompensa desse grandioso trabalho que fazemos em favor dos enfermos.

Neste ano doa XXIX Dia Mundial do doente, a mensagem do Papa Francisco cita Mt 23, 8: “Um só é o vosso Mestre e vós sois todos irmãos”. E continua com o tema: A relação de confiança, na base do cuidado dos doentes. Ela recorda que “uma sociedade é tanto mais humana quanto melhor souber cuidar dos seus membros frágeis e atribulados e o fizer com uma eficiência animada por amor fraterno.” (n. 5)

No ano de 1858, a Virgem Santíssima apareceu nos arredores de Lourdes, na França, na gruta Massabielle, a uma jovem chamada Bernadete, hoje canonizada com o título de Santa Bernadete. Essa santa deixou por escrito o seu testemunho do encontro com Nossa Senhora, podendo ser conferido nos dias de hoje no ofício das leituras da Liturgia das Horas, da festa de hoje.

Certo dia Bernadete foi com duas amigas as margens do rio Gave buscar lenha, ouviu um barulho, voltou ao redor e não viu nenhuma árvore balançando. Bernadete levanta o olhar e vê uma gruta, ela observa nessa gruta uma Senhora vestida de branco. Tinha um vestido alvo com uma faixa azul celeste na cintura e uma rosa de ouro em cada pé, além de trazer um Rosário em suas mãos da cor da rosa que estava em seus pés.

Somente na terceira vez, a Senhora de Lourdes falou com Bernadete e perguntou se ela queria voltar ali por mais quinze dias. Durante quinze dia, Bernadete lá voltou e a Senhora de Lourdes lhe apareceu durante esses quinze dias, com exceção de uma segunda e de uma sexta-feira.

A Senhora de Lourdes repetiu várias vezes a Bernadete que pedisse aos sacerdotes que construísse ali uma capela. Ela pedia ainda que Bernadete fosse a fonte lavar o rosto e que rezasse pelos pecadores. Muitas vezes Bernadete perguntava quem Ela era e Santa Senhora simplesmente sorria. Finalmente, com os braços e olhos erguidos para o céu, disse a Bernadete que era a “Imaculada Conceição”. (Cf. testemunho de Bernadete). Quatro anos antes, tinha sido proclamado o dogma da Imaculada Conceição.

Nossa Senhora pede o essencial para a nossa felicidade que é a “conversão dos pecadores”. Ela pediu para que rezássemos pela conversão deles com a oração, conversão e penitência.

Neste dia de Nossa Senhora de Lourdes, além de rezarmos pelos enfermos e desempregados, confiemos a Maria Santíssima todos os pecadores, para que através da oração, busquem a Deus e se convertam. Em breve entraremos num tempo propício para a conversão dos pecadores, que é o tempo quaresmal. Que Deus e Nossa Senhora de Lourdes nos conduzam sempre no caminho do bem e da felicidade.

Celebremos com alegria no coração a festa de Nossa Senhora de Lourdes, pedindo que Ela interceda por cada um de nós, em especial, os doentes, pobres, desempregados e pecadores. Se pudermos, vamos à celebração Eucarística ou participemos pela internet, TV ou rádio.

Nossa Senhora de Lourdes, rogai por nós.

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.
Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ
 


 
Cardeal Orani João Tempesta
Autor

Cardeal Orani João Tempesta

Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro