Arquidiocese do Rio de Janeiro

24º 18º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/09/2020

23 de Setembro de 2020

Dia da Pátria

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Setembro de 2020

Dia da Pátria

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

07/09/2020 09:20

Dia da Pátria 0

07/09/2020 09:20

Na próxima segunda-feira, dia 07 de setembro, comemoraremos o Dia da Independência do Brasil. Devemos rezar pela pátria e por todo o povo Brasileiro. E o nosso país precisa muito de oração, pedindo o fim da miséria, da pobreza, da desigualdade social. Precisamos de melhoria na área da saúde, educação e uma melhor distribuição igualitária dos bens.

Precisamos pedir nesse dia 07 de setembro que tenhamos autoridades que olhem a necessidade da população, que não apenas para benefício próprio e cuidando de seus interesses. Peçamos neste dia que a nossa pátria seja livre de todo o mal, seja o mal da violência que muito tem assolado o nosso país em diversos estados ou o mal da doença, em especial a Covid-19. Que possamos passar por essa pandemia e logo possamos achar a vacina que nos imune desse mal terrível.

Rezemos neste dia para que as pessoas tenham mais amor no coração, que se respeitem mais. Hoje em dia, até mesmo devido à pandemia as pessoas estão muito intolerantes umas com as com as outras, gerando brigas nas famílias, no mercado, no trânsito. Enfim, tudo é motivo para discussão!Que as pessoas se amem mais, se respeitem mais e não tenhamos o número de mortes e violência aumentados a cada dia.

Rezemos por tantas pessoas que nos dias de hoje ainda vivem num regime de escravidão ou equivalente. A abolição da escravatura aconteceu há muitos anos, em 1888, mas até hoje ainda existem pessoas que vivem nesse regime. Não só a escravatura como foi libertada em 1888, mas todos os tipos de escravos que a sociedade produz. Rezemos para que aquelas pessoas que sentem presas possam ser libertadas e acolhidas e que todos tenham os seus direitos iguais.

Rezemos, ainda, para que todos os desempregados encontrem um emprego e possam sustentar as suas famílias. Tantos pais de famílias que não estão conseguindo levar o sustento para casa. Que essa situação possa melhorar o mais rápido possível e todos possam ter acesso a um emprego digno.

Rezemos para que todas as crianças e jovens tenham acesso a educação de qualidade e futuramente possam cursar uma boa faculdade e competir no mercado de trabalho para uma boa colocação, com emprego e renda. Que os responsáveis olhem melhor para as nossas escolas, professores, funcionários e alunos para um melhor ensino de qualidade.

Estamos nos aproximando dos 200 anos da independência do nosso país daqui há dois anos, podemos nos perguntar: “o que mudou neste tempo? e “o que ainda precisa mudar”? Com certeza muita coisa mudou, houve muitas evoluções e descobertas para facilitar a vida do cidadão, mas ainda há muito o que mudar, para que o nosso País seja um lugar bom de se morar e ser exemplo para outros países. Precisamos avançar muito ainda na área da saúde, educação, política e saneamento básico. E que todos possam ter uma vida digna e serem respeitados como seres humanos, que não tenhamos mais problemas com racismo e nenhum preconceito com raça, cor e religião. Todos somos filhos de Deus e devem ser respeitados como tal, independente de suas escolhas.

Peçamos neste 7 de setembro a intercessão de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, para que olhe por nossa pátria, que cubra seu manto sagrado todos nós e nos traga a paz por intercessão do seu filho Jesus Cristo. Que a cada ano que celebramos a Independência do Brasil nós possamos nos orgulhar do lugar em que moramos, nos sentir bem aqui e não querer trocar nossa terra por nada. O Brasil é um dos países que mais acolhe imigrantes vindos de todas as partes do mundo, eles saem de seus países de origem e escolhem o Brasil para morar porque se sentem bem aqui e acolhidos por nós. No próximo dia 27 de setembro iremos celebrar o 101º dia mundial do migrante e refugiado.

Que nós acolhamos bem todos os imigrantes e possamos fazer com que eles se sintam bem aqui e que nós nunca precisamos trocar a nossa terra e mudar para uma terra estrangeira, mas que tenhamos orgulho de viver aqui.

Que Deus abençoe o nosso Brasil e possamos a cada ano celebrar com alegria a independência deste país. Viva a independência, viva o Brasil. Deus abençoe e guarde o povo brasileiro, com justiça, paz e solidariedade, Amém!

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.
Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ



Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Dia da Pátria

07/09/2020 09:20

Na próxima segunda-feira, dia 07 de setembro, comemoraremos o Dia da Independência do Brasil. Devemos rezar pela pátria e por todo o povo Brasileiro. E o nosso país precisa muito de oração, pedindo o fim da miséria, da pobreza, da desigualdade social. Precisamos de melhoria na área da saúde, educação e uma melhor distribuição igualitária dos bens.

Precisamos pedir nesse dia 07 de setembro que tenhamos autoridades que olhem a necessidade da população, que não apenas para benefício próprio e cuidando de seus interesses. Peçamos neste dia que a nossa pátria seja livre de todo o mal, seja o mal da violência que muito tem assolado o nosso país em diversos estados ou o mal da doença, em especial a Covid-19. Que possamos passar por essa pandemia e logo possamos achar a vacina que nos imune desse mal terrível.

Rezemos neste dia para que as pessoas tenham mais amor no coração, que se respeitem mais. Hoje em dia, até mesmo devido à pandemia as pessoas estão muito intolerantes umas com as com as outras, gerando brigas nas famílias, no mercado, no trânsito. Enfim, tudo é motivo para discussão!Que as pessoas se amem mais, se respeitem mais e não tenhamos o número de mortes e violência aumentados a cada dia.

Rezemos por tantas pessoas que nos dias de hoje ainda vivem num regime de escravidão ou equivalente. A abolição da escravatura aconteceu há muitos anos, em 1888, mas até hoje ainda existem pessoas que vivem nesse regime. Não só a escravatura como foi libertada em 1888, mas todos os tipos de escravos que a sociedade produz. Rezemos para que aquelas pessoas que sentem presas possam ser libertadas e acolhidas e que todos tenham os seus direitos iguais.

Rezemos, ainda, para que todos os desempregados encontrem um emprego e possam sustentar as suas famílias. Tantos pais de famílias que não estão conseguindo levar o sustento para casa. Que essa situação possa melhorar o mais rápido possível e todos possam ter acesso a um emprego digno.

Rezemos para que todas as crianças e jovens tenham acesso a educação de qualidade e futuramente possam cursar uma boa faculdade e competir no mercado de trabalho para uma boa colocação, com emprego e renda. Que os responsáveis olhem melhor para as nossas escolas, professores, funcionários e alunos para um melhor ensino de qualidade.

Estamos nos aproximando dos 200 anos da independência do nosso país daqui há dois anos, podemos nos perguntar: “o que mudou neste tempo? e “o que ainda precisa mudar”? Com certeza muita coisa mudou, houve muitas evoluções e descobertas para facilitar a vida do cidadão, mas ainda há muito o que mudar, para que o nosso País seja um lugar bom de se morar e ser exemplo para outros países. Precisamos avançar muito ainda na área da saúde, educação, política e saneamento básico. E que todos possam ter uma vida digna e serem respeitados como seres humanos, que não tenhamos mais problemas com racismo e nenhum preconceito com raça, cor e religião. Todos somos filhos de Deus e devem ser respeitados como tal, independente de suas escolhas.

Peçamos neste 7 de setembro a intercessão de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, para que olhe por nossa pátria, que cubra seu manto sagrado todos nós e nos traga a paz por intercessão do seu filho Jesus Cristo. Que a cada ano que celebramos a Independência do Brasil nós possamos nos orgulhar do lugar em que moramos, nos sentir bem aqui e não querer trocar nossa terra por nada. O Brasil é um dos países que mais acolhe imigrantes vindos de todas as partes do mundo, eles saem de seus países de origem e escolhem o Brasil para morar porque se sentem bem aqui e acolhidos por nós. No próximo dia 27 de setembro iremos celebrar o 101º dia mundial do migrante e refugiado.

Que nós acolhamos bem todos os imigrantes e possamos fazer com que eles se sintam bem aqui e que nós nunca precisamos trocar a nossa terra e mudar para uma terra estrangeira, mas que tenhamos orgulho de viver aqui.

Que Deus abençoe o nosso Brasil e possamos a cada ano celebrar com alegria a independência deste país. Viva a independência, viva o Brasil. Deus abençoe e guarde o povo brasileiro, com justiça, paz e solidariedade, Amém!

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.
Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ



Cardeal Orani João Tempesta
Autor

Cardeal Orani João Tempesta

Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro