Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 21º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 05/12/2019

05 de Dezembro de 2019

É preciso viver como filhos de Maria

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

05 de Dezembro de 2019

É preciso viver como filhos de Maria

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

07/02/2019 10:27 - Atualizado em 07/02/2019 10:27

É preciso viver como filhos de Maria 0

07/02/2019 10:27 - Atualizado em 07/02/2019 10:27

Essa é a hora que você mais precisa estar em Deus e ser consagrado a Nossa Senhora. Saiba que o que você está vivendo é consequência do que já aconteceu: Nossa Senhora já pisou a cabeça da serpente, que está dando seus últimos botes. Vemos o abalo de cidades, estados, nações, mas isso não é nada mais do que os últimos estertores, suspiros da serpente.

Você precisa assumir o que o Papa João Paulo II disse: “Não temais”. Agarre-se em Deus e assuma-se como consagrado a Nossa Senhora.

Tenha a certeza de que Deus não nos desamparará, mas estará mais próximo de nós. Nossa Senhora estará dentro da sua vida, da sua casa, da sua família. Quando fiz uma cirurgia de vesícula, foi preciso retirá-la, e os médicos fizeram uma lavagem naqueles inúmeros canaizinhos, chamados calédocos. Estava tudo infeccionado. Sentia dores, tinha crises. Eu havia adiado essa cirurgia por muito tempo e não havia mais como evitá-la. O pior não foi a cirurgia em si, mas o tempo de recuperação. Foram três meses muito difíceis, durante os quais emagreci e perdi as forças. Foi um tempo de parada para mim, eu era muito dinâmico e ativo. O que Deus fez no meu corpo foi sinal também do que fez na minha vida. Ele me obrigou a parar e realizou em mim uma limpeza geral.

Assim como fez comigo, Deus fará uma limpeza em sua vida. Será preciso passar por isso. E quando acontecer, você deverá aguentar firme! Mas de nada adiantará ficar pensando nisso hoje, pois não temos como prever o futuro, quando tiver que acontecer, acontecerá.

Mais do que nunca, é preciso viver como consagrados e filhos de Maria. Ela cuida de cada um de nós e não nos deixará sem o necessário.

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

É preciso viver como filhos de Maria

07/02/2019 10:27 - Atualizado em 07/02/2019 10:27

Essa é a hora que você mais precisa estar em Deus e ser consagrado a Nossa Senhora. Saiba que o que você está vivendo é consequência do que já aconteceu: Nossa Senhora já pisou a cabeça da serpente, que está dando seus últimos botes. Vemos o abalo de cidades, estados, nações, mas isso não é nada mais do que os últimos estertores, suspiros da serpente.

Você precisa assumir o que o Papa João Paulo II disse: “Não temais”. Agarre-se em Deus e assuma-se como consagrado a Nossa Senhora.

Tenha a certeza de que Deus não nos desamparará, mas estará mais próximo de nós. Nossa Senhora estará dentro da sua vida, da sua casa, da sua família. Quando fiz uma cirurgia de vesícula, foi preciso retirá-la, e os médicos fizeram uma lavagem naqueles inúmeros canaizinhos, chamados calédocos. Estava tudo infeccionado. Sentia dores, tinha crises. Eu havia adiado essa cirurgia por muito tempo e não havia mais como evitá-la. O pior não foi a cirurgia em si, mas o tempo de recuperação. Foram três meses muito difíceis, durante os quais emagreci e perdi as forças. Foi um tempo de parada para mim, eu era muito dinâmico e ativo. O que Deus fez no meu corpo foi sinal também do que fez na minha vida. Ele me obrigou a parar e realizou em mim uma limpeza geral.

Assim como fez comigo, Deus fará uma limpeza em sua vida. Será preciso passar por isso. E quando acontecer, você deverá aguentar firme! Mas de nada adiantará ficar pensando nisso hoje, pois não temos como prever o futuro, quando tiver que acontecer, acontecerá.

Mais do que nunca, é preciso viver como consagrados e filhos de Maria. Ela cuida de cada um de nós e não nos deixará sem o necessário.

 

Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II