Arquidiocese do Rio de Janeiro

31º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 16/02/2019

16 de Fevereiro de 2019

Semeie a sua vida

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

16 de Fevereiro de 2019

Semeie a sua vida

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

29/01/2019 10:01 - Atualizado em 29/01/2019 10:01

Semeie a sua vida 0

29/01/2019 10:01 - Atualizado em 29/01/2019 10:01

Ser Canção Nova é muito bom. Percebi que, depois que eu comecei a viver entre os jovens em comunidade, cresci muito. Eu me tornei um outro padre, totalmente diferente, pelo fato de viver em comunidade com eles. É muito bom!

Mas também é difícil, não se engane, dificuldades nós temos e teremos sempre. Eu tive, tenho e vou ter. É um desafio!

Graças a Deus todos nós semeamos as nossas vidas. E os frutos estão aí. Para podermos colher uma multidão de pessoas, foi necessário semearmos as nossas vidas.

Você também é convidado a semear a sua vida, pois existem outras vocações. Ser pai e mãe de família é vocação, o matrimônio também é vocação. E você precisa assumi-la e vivê-la tanto quanto nós padres, consagrados, religiosos precisamos assumir a nossa vocação.

Quando semeamos, nós plantamos para que nasça, se multiplique. O Senhor pede a cada um de nós: “Não temas, meu filho! Não temas, minha filha! Dá testemunho de Mim, porque Eu quero dar testemunho de ti diante de meu Pai. Dá testemunho de Mim em palavra e em vida.”

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Semeie a sua vida

29/01/2019 10:01 - Atualizado em 29/01/2019 10:01

Ser Canção Nova é muito bom. Percebi que, depois que eu comecei a viver entre os jovens em comunidade, cresci muito. Eu me tornei um outro padre, totalmente diferente, pelo fato de viver em comunidade com eles. É muito bom!

Mas também é difícil, não se engane, dificuldades nós temos e teremos sempre. Eu tive, tenho e vou ter. É um desafio!

Graças a Deus todos nós semeamos as nossas vidas. E os frutos estão aí. Para podermos colher uma multidão de pessoas, foi necessário semearmos as nossas vidas.

Você também é convidado a semear a sua vida, pois existem outras vocações. Ser pai e mãe de família é vocação, o matrimônio também é vocação. E você precisa assumi-la e vivê-la tanto quanto nós padres, consagrados, religiosos precisamos assumir a nossa vocação.

Quando semeamos, nós plantamos para que nasça, se multiplique. O Senhor pede a cada um de nós: “Não temas, meu filho! Não temas, minha filha! Dá testemunho de Mim, porque Eu quero dar testemunho de ti diante de meu Pai. Dá testemunho de Mim em palavra e em vida.”

 

Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II