Arquidiocese do Rio de Janeiro

32º 18º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 23/05/2019

23 de Maio de 2019

Aproximamo-nos a passos largos do Dia do Senhor

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

23 de Maio de 2019

Aproximamo-nos a passos largos do Dia do Senhor

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

11/12/2018 10:13 - Atualizado em 11/12/2018 10:13

Aproximamo-nos a passos largos do Dia do Senhor 0

11/12/2018 10:13 - Atualizado em 11/12/2018 10:13

A Igreja nos alerta, não para nos amedrontar, mas para nos alegrar, como disse o Evangelho: “Ficai atentos e orai, levantai as vossas cabeças porque a vossa libertação se aproxima (LC 21, 28.36)”. Trata-se de libertação e não de castigo. Deus não quer castigar ninguém!

Meus irmãos, até os astros e as estrelas serão abalados. Assim como o mar, os rios, os ventos. Quem disse isso foi Jesus, justamente para estarmos alertas, preparados, para o que vai acontecer. Vamos ficar com medo? Não!

A palavra de Deus chama de a grande tribulação. Mas para quem será a grande tribulação? Será para todos aqueles que estejam vivendo no pecado. É por isso que, agora, Deus tem paciência e usa de todos os meios, assim como das tribulações, para que “despertem” e se convertam.

Deus é misericordioso e não deixa de ser nunca. Mas, se eles insistirem na vida errada, então o “salário do pecado” será a morte (Rm 6,23), e todas as suas consequências. Então, precisamos estar atentos, não podemos descuidar na nossa entrega a Deus, em momento algum.

Precisamos estar sempre atentos e andarmos nos caminhos do Senhor. Mais ainda: uma vez que Ele nos escolheu, é preciso cumprirmos o nosso dever, a nossa obrigação.

Nós estamos nos aproximando a passos largos do dia do Senhor. Não para ficarmos com medo, pelo contrário, para dizermos: Vinde Senhor Jesus, vinde logo! Apressai a vossa vinda, nós precisamos.

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Aproximamo-nos a passos largos do Dia do Senhor

11/12/2018 10:13 - Atualizado em 11/12/2018 10:13

A Igreja nos alerta, não para nos amedrontar, mas para nos alegrar, como disse o Evangelho: “Ficai atentos e orai, levantai as vossas cabeças porque a vossa libertação se aproxima (LC 21, 28.36)”. Trata-se de libertação e não de castigo. Deus não quer castigar ninguém!

Meus irmãos, até os astros e as estrelas serão abalados. Assim como o mar, os rios, os ventos. Quem disse isso foi Jesus, justamente para estarmos alertas, preparados, para o que vai acontecer. Vamos ficar com medo? Não!

A palavra de Deus chama de a grande tribulação. Mas para quem será a grande tribulação? Será para todos aqueles que estejam vivendo no pecado. É por isso que, agora, Deus tem paciência e usa de todos os meios, assim como das tribulações, para que “despertem” e se convertam.

Deus é misericordioso e não deixa de ser nunca. Mas, se eles insistirem na vida errada, então o “salário do pecado” será a morte (Rm 6,23), e todas as suas consequências. Então, precisamos estar atentos, não podemos descuidar na nossa entrega a Deus, em momento algum.

Precisamos estar sempre atentos e andarmos nos caminhos do Senhor. Mais ainda: uma vez que Ele nos escolheu, é preciso cumprirmos o nosso dever, a nossa obrigação.

Nós estamos nos aproximando a passos largos do dia do Senhor. Não para ficarmos com medo, pelo contrário, para dizermos: Vinde Senhor Jesus, vinde logo! Apressai a vossa vinda, nós precisamos.

 

Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II