Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/11/2018

20 de Novembro de 2018

Bíblia: A Palavra que aproxima

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Novembro de 2018

Bíblia: A Palavra que aproxima

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

02/09/2018 00:00

Bíblia: A Palavra que aproxima 0

02/09/2018 00:00

Se no último domingo do mês de agosto convidamos a todos para colocarem suas intenções àqueles que são destinados por Deus a um importante serviço de evangelização, os catequistas, em setembro somos convocados a apreciar a divina Palavra. Encontrada na espécie de livro, aplicativos em smartphones, tablets e outros meios, a Bíblia sagrada é mais do que nunca o maior instrumento presente na vida cristã.

Diariamente afetados pelos problemas presentes no mundo, o que nós cristãos temos feito quando postos em situações de incerteza? A quem ou a o quê temos recorrido para mantermos nossa fé e a perseverança na caminhada? “Não só de pão viverá o homem, mas sim de toda Palavra”. Essa é uma das respostas que Deus nos indica no livro de Mateus. Mais do que alimentados das coisas vazias que o mundo nos oferece, devemos ter o olhar atencioso aos escritos do livro que há mais de dois mil anos guia a Igreja.

Devemos ir além de um simples contato momentâneo com este sublime objeto de leitura junto aos irmãos. Você já experimentou a criação de um circulo bíblico entre amigos, vizinhos, familiares e paroquianos? Com este simples ato uma ponte é facilmente criada com aqueles que antes se distanciavam ou mesmo não tinham o hábito da leitura, aproximando, assim, até os que por algum motivo não fazem parte do corpo da Igreja.

Em celebração realizada pela Arquidiocese do Rio de Janeiro no Vicariato Jacarepaguá, em 2017, por ocasião da Assembleia Geral dos Círculos Bíblicos, o arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, lembrou a necessidade do estudo da Palavra de Deus, e ressaltou que “fazer parte dos Círculos Bíblicos é uma oportunidade de reafirmar a importância da capilaridade de evangelização que estes encontros promovem em todos os locais da cidade”. Dom Orani afirmou, ainda, que o grande desafio é aumentar o número de grupos para não deixar faltar nas casas, ruas, praças e nos mais variados espaços, além das paróquias e capelas, o anúncio da Palavra de Deus.

“Busquem a cada dia, individualmente ou em família, encontrar um pouco de tempo para ler e meditar a Sagrada Escritura, a fim de que possam receber dela a força necessária para a vida cristã”, indicou o Papa Francisco ao final da Audiência Geral realizada no último dia 17 de abril. O Pontífice encorajou os fiéis a lerem a Bíblia todos os dias e exortou: “Seja este o compromisso de vocês; partilhem com coragem a Palavra de Deus com os outros. Vivam dela a cada dia, testemunhando a fidelidade a Cristo e ao seu Evangelho”.

Façamos, assim, uma reflexão no que diz respeito a nossa ligação com a Bíblia, e de como cada um de nós somos agentes evangelizadores orgânicos. O trabalho com a Palavra não pode restringir-se apenas ao padre e demais cargos do clero. Ela pode ser sim utilizada por nós principalmente este ano, quando dedicamos nossas orações ao mesmo grupo que estamos inseridos: os leigos.

Vinícius Arouca


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Bíblia: A Palavra que aproxima

02/09/2018 00:00

Se no último domingo do mês de agosto convidamos a todos para colocarem suas intenções àqueles que são destinados por Deus a um importante serviço de evangelização, os catequistas, em setembro somos convocados a apreciar a divina Palavra. Encontrada na espécie de livro, aplicativos em smartphones, tablets e outros meios, a Bíblia sagrada é mais do que nunca o maior instrumento presente na vida cristã.

Diariamente afetados pelos problemas presentes no mundo, o que nós cristãos temos feito quando postos em situações de incerteza? A quem ou a o quê temos recorrido para mantermos nossa fé e a perseverança na caminhada? “Não só de pão viverá o homem, mas sim de toda Palavra”. Essa é uma das respostas que Deus nos indica no livro de Mateus. Mais do que alimentados das coisas vazias que o mundo nos oferece, devemos ter o olhar atencioso aos escritos do livro que há mais de dois mil anos guia a Igreja.

Devemos ir além de um simples contato momentâneo com este sublime objeto de leitura junto aos irmãos. Você já experimentou a criação de um circulo bíblico entre amigos, vizinhos, familiares e paroquianos? Com este simples ato uma ponte é facilmente criada com aqueles que antes se distanciavam ou mesmo não tinham o hábito da leitura, aproximando, assim, até os que por algum motivo não fazem parte do corpo da Igreja.

Em celebração realizada pela Arquidiocese do Rio de Janeiro no Vicariato Jacarepaguá, em 2017, por ocasião da Assembleia Geral dos Círculos Bíblicos, o arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta, lembrou a necessidade do estudo da Palavra de Deus, e ressaltou que “fazer parte dos Círculos Bíblicos é uma oportunidade de reafirmar a importância da capilaridade de evangelização que estes encontros promovem em todos os locais da cidade”. Dom Orani afirmou, ainda, que o grande desafio é aumentar o número de grupos para não deixar faltar nas casas, ruas, praças e nos mais variados espaços, além das paróquias e capelas, o anúncio da Palavra de Deus.

“Busquem a cada dia, individualmente ou em família, encontrar um pouco de tempo para ler e meditar a Sagrada Escritura, a fim de que possam receber dela a força necessária para a vida cristã”, indicou o Papa Francisco ao final da Audiência Geral realizada no último dia 17 de abril. O Pontífice encorajou os fiéis a lerem a Bíblia todos os dias e exortou: “Seja este o compromisso de vocês; partilhem com coragem a Palavra de Deus com os outros. Vivam dela a cada dia, testemunhando a fidelidade a Cristo e ao seu Evangelho”.

Façamos, assim, uma reflexão no que diz respeito a nossa ligação com a Bíblia, e de como cada um de nós somos agentes evangelizadores orgânicos. O trabalho com a Palavra não pode restringir-se apenas ao padre e demais cargos do clero. Ela pode ser sim utilizada por nós principalmente este ano, quando dedicamos nossas orações ao mesmo grupo que estamos inseridos: os leigos.

Vinícius Arouca