Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 19º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/11/2018

20 de Novembro de 2018

De onde vem a sua força?

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Novembro de 2018

De onde vem a sua força?

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

28/08/2018 11:19 - Atualizado em 28/08/2018 11:20

De onde vem a sua força? 0

28/08/2018 11:19 - Atualizado em 28/08/2018 11:20

Jesus está com você, em sua oração, também na sua tristeza e angústia. Quando você reza com fé, é como quando “há oxigênio”, o fogo pega e os milagres acontecem. Porque se nós não acreditarmos assim, as pessoas não vêem as maravilhas, as curas, os milagres de Deus.

Nós cremos em Deus, em Jesus, vamos à missa, mas infelizmente ficamos com uma fé pequena, e as maravilhas não acontecem.

Jesus é o mesmo ontem e para sempre. Mas se faltar a fé, o “oxigênio”, não há fogo. Diante da Palavra de Deus, precisamos acreditar e viver a maravilha que viviam os primeiros cristãos. Eles eram entusiasmados, cheios de Deus, faziam coisas maravilhosas; enfrentaram as feras, sofreram o martírio.

Mesmo na arena, quando aquelas feras vinham sobre eles, e aqueles carrascos vinham para cortar-lhes a cabeça, tinham a certeza que Jesus estava com eles. E por acreditarem nisso, tinham força para enfrentar a morte.

Se acreditarmos primeiro que Jesus é o mesmo, de ontem de hoje e de sempre, e que naquele momento Ele está conosco, a gente tem força até mesmo para enfrentar o martírio.

A fé que recebemos no batismo, na crisma, que recebemos de graça, mesmo que esteja pequenina, será nosso sustento. Nós temos um Cristo vivo, ressuscitado. Se a chama da nossa fé apagou, Senhor, reacende! Reaviva a chama!

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

De onde vem a sua força?

28/08/2018 11:19 - Atualizado em 28/08/2018 11:20

Jesus está com você, em sua oração, também na sua tristeza e angústia. Quando você reza com fé, é como quando “há oxigênio”, o fogo pega e os milagres acontecem. Porque se nós não acreditarmos assim, as pessoas não vêem as maravilhas, as curas, os milagres de Deus.

Nós cremos em Deus, em Jesus, vamos à missa, mas infelizmente ficamos com uma fé pequena, e as maravilhas não acontecem.

Jesus é o mesmo ontem e para sempre. Mas se faltar a fé, o “oxigênio”, não há fogo. Diante da Palavra de Deus, precisamos acreditar e viver a maravilha que viviam os primeiros cristãos. Eles eram entusiasmados, cheios de Deus, faziam coisas maravilhosas; enfrentaram as feras, sofreram o martírio.

Mesmo na arena, quando aquelas feras vinham sobre eles, e aqueles carrascos vinham para cortar-lhes a cabeça, tinham a certeza que Jesus estava com eles. E por acreditarem nisso, tinham força para enfrentar a morte.

Se acreditarmos primeiro que Jesus é o mesmo, de ontem de hoje e de sempre, e que naquele momento Ele está conosco, a gente tem força até mesmo para enfrentar o martírio.

A fé que recebemos no batismo, na crisma, que recebemos de graça, mesmo que esteja pequenina, será nosso sustento. Nós temos um Cristo vivo, ressuscitado. Se a chama da nossa fé apagou, Senhor, reacende! Reaviva a chama!

 

Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II