Arquidiocese do Rio de Janeiro

33º 15º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/07/2018

20 de Julho de 2018

Tríduo de Oração pelos Sacerdotes

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Julho de 2018

Tríduo de Oração pelos Sacerdotes

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

16/03/2018 10:25 - Atualizado em 16/03/2018 10:25

Tríduo de Oração pelos Sacerdotes 0

16/03/2018 10:25 - Atualizado em 16/03/2018 10:25

Na quinta-feira Santa celebramos a instituição da Eucaristia e do Sacerdócio. Como é um momento muito especial na caminhada litúrgica da Igreja temos a oportunidade de solenizar o grande dom da Eucaristia na quinta-feira de Corpus Christi. Aproveitamos este ano especial para também fazer memória e agradecer o grande dom do sacerdócio ministerial. Para isso escolhemos os dias que antecedem a Solenidade de São José, patrono do nosso Seminário Arquidiocesano, para rezarmos junto com o nosso povo e padres em nossas comunidades paroquiais.

Tradicionalmente também, em nível universal, o dia em que a Igreja Católica celebra a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, é celebrado também o Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero. Instituída em março de 1995, pelo Papa João Paulo II, a data foi proposta pela Congregação para o Clero, e é uma ocasião propícia para os fiéis se unirem, de forma especial, em oração pela santificação dos seus sacerdotes. E nossa Arquidiocese o fazemos com o povo nesse mesmo dia e no anterior temos a oração com o próprio clero. Porém neste ano escolhemos São José para ser também um momento especial. Para isso convidamos a todos para viverem esses belos momentos – leigos e clero.

 A nossa Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro vai realizar portanto nos dias 16, 17 e 18 de março, culminando com o dia de São José um Tríduo de Oração pelos Sacerdotes, em todas as Paróquias, capelas e comunidades religiosas de nossa Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

O primeiro dia do Tríduo, em 16 de março de 2018, tem como Tema: “Vocação, Chamado de Deus!”.

Das palavras do profeta Jeremias buscamos para aprofundamento uma preocupação do próprio Deus para com o seu povo: “Eu vos darei pastores segundo o meu coração, que vos apascentará com ciência e com inteligência”(cf. Jr 3,15).

Deus se preocupa conosco, quer o nosso bem sempre e usa da sua infinita misericórdia para nos manter próximos d’Ele.

Segundo a Carta aos Hebreus(5,1ss): “Todo sacerdote é escolhido pelo próprio Deus, tirado do meio dos homens, e é designado para representa-los em questões relacionadas com Deus, a favor da humanidade...”

Já em João 15 temos de novo a certeza “Não foram vós que me escolheram, mas eu os escolhi para ir e produzir justos, e frutos que permaneçam”.

Em São Tiago 5, o Apóstolo pede: “orai uns pelos outros”.

Assim percebemos como o bom Deus busca no meio de nós, pessoas que Ele mesmo escolhe de acordo com o seu coração, para colocar uns a serviço dos outros.

Uma vez vivendo esta experiência estamos todos nas mãos do Senhor, Pastores e ovelhas.

A necessidade de interceder torna-se uma exigência ao nosso coração. A certeza de que “Ele está no meio de nós”, incentiva cada vez mais a este compromisso.

Jesus nos pede para sermos diferentes: “Rezar pelos nossos inimigos e por aqueles que nos perseguem”(cf. Mt 5,44).

Com muito maior razão, rezar por aqueles que nos ajudam, nos fazem crescer, nos perdoam em nome do Senhor.

São João Paulo II escrevia, a cada quinta-feira santa, um Carta aos Sacerdotes. Vamos amar os nossos sacerdotes, primeiramente, rezando por eles. A oração é o espelho da fé.  Rezar pelos sacerdotes é uma necessidade de nossas comunidades em favor dos seus ministros ordenados. É pela oração que a alma se une a Deus, em plena intimidade; é pela oração amorosamente contemplativa que os traços de Cristo se imprimem na alma; é pela oração que os olhos vêem o mundo, a história, os homens – cada homem – com a própria visão de Deus; e é pela oração que se pode chegar a dizer, como São Paulo: Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim. A minha vida presente, na carne, eu a vivo na fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim (Gal. 2, 20).

Rezar pelo clero, por sua santificação, torna-se uma obrigação moral para cada um de nós que recebe tanto de Deus, através dos seus escolhidos para tal.

Conclamo toda a Arquidiocese a viver este tríduo como tempo de graça em favor da santificação do nosso presbitério e de todo clero. Em tempos de tantas dores devemos colocar todas as nossas angústias, sofrimentos, dificuldades e alegrias no altar do Senhor.

Rezemos! Rezemos com muita dedicação pelos padres de nossa Arquidiocese do Rio de Janeiro. Rezemos muito pelo nosso clero e pela sua santificação. Rezemos pela unidade entre nós. Que a nossa oração chegue aos ouvidos do Senhor nosso Deus e que Ele venha depressa em nosso auxílio e ajude nossos sacerdotes a desempenharem com a graça de Deus o seu ministério em favor da santificação do povo de Deus. Amém!


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Tríduo de Oração pelos Sacerdotes

16/03/2018 10:25 - Atualizado em 16/03/2018 10:25

Na quinta-feira Santa celebramos a instituição da Eucaristia e do Sacerdócio. Como é um momento muito especial na caminhada litúrgica da Igreja temos a oportunidade de solenizar o grande dom da Eucaristia na quinta-feira de Corpus Christi. Aproveitamos este ano especial para também fazer memória e agradecer o grande dom do sacerdócio ministerial. Para isso escolhemos os dias que antecedem a Solenidade de São José, patrono do nosso Seminário Arquidiocesano, para rezarmos junto com o nosso povo e padres em nossas comunidades paroquiais.

Tradicionalmente também, em nível universal, o dia em que a Igreja Católica celebra a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, é celebrado também o Dia Mundial de Oração pela Santificação do Clero. Instituída em março de 1995, pelo Papa João Paulo II, a data foi proposta pela Congregação para o Clero, e é uma ocasião propícia para os fiéis se unirem, de forma especial, em oração pela santificação dos seus sacerdotes. E nossa Arquidiocese o fazemos com o povo nesse mesmo dia e no anterior temos a oração com o próprio clero. Porém neste ano escolhemos São José para ser também um momento especial. Para isso convidamos a todos para viverem esses belos momentos – leigos e clero.

 A nossa Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro vai realizar portanto nos dias 16, 17 e 18 de março, culminando com o dia de São José um Tríduo de Oração pelos Sacerdotes, em todas as Paróquias, capelas e comunidades religiosas de nossa Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro.

O primeiro dia do Tríduo, em 16 de março de 2018, tem como Tema: “Vocação, Chamado de Deus!”.

Das palavras do profeta Jeremias buscamos para aprofundamento uma preocupação do próprio Deus para com o seu povo: “Eu vos darei pastores segundo o meu coração, que vos apascentará com ciência e com inteligência”(cf. Jr 3,15).

Deus se preocupa conosco, quer o nosso bem sempre e usa da sua infinita misericórdia para nos manter próximos d’Ele.

Segundo a Carta aos Hebreus(5,1ss): “Todo sacerdote é escolhido pelo próprio Deus, tirado do meio dos homens, e é designado para representa-los em questões relacionadas com Deus, a favor da humanidade...”

Já em João 15 temos de novo a certeza “Não foram vós que me escolheram, mas eu os escolhi para ir e produzir justos, e frutos que permaneçam”.

Em São Tiago 5, o Apóstolo pede: “orai uns pelos outros”.

Assim percebemos como o bom Deus busca no meio de nós, pessoas que Ele mesmo escolhe de acordo com o seu coração, para colocar uns a serviço dos outros.

Uma vez vivendo esta experiência estamos todos nas mãos do Senhor, Pastores e ovelhas.

A necessidade de interceder torna-se uma exigência ao nosso coração. A certeza de que “Ele está no meio de nós”, incentiva cada vez mais a este compromisso.

Jesus nos pede para sermos diferentes: “Rezar pelos nossos inimigos e por aqueles que nos perseguem”(cf. Mt 5,44).

Com muito maior razão, rezar por aqueles que nos ajudam, nos fazem crescer, nos perdoam em nome do Senhor.

São João Paulo II escrevia, a cada quinta-feira santa, um Carta aos Sacerdotes. Vamos amar os nossos sacerdotes, primeiramente, rezando por eles. A oração é o espelho da fé.  Rezar pelos sacerdotes é uma necessidade de nossas comunidades em favor dos seus ministros ordenados. É pela oração que a alma se une a Deus, em plena intimidade; é pela oração amorosamente contemplativa que os traços de Cristo se imprimem na alma; é pela oração que os olhos vêem o mundo, a história, os homens – cada homem – com a própria visão de Deus; e é pela oração que se pode chegar a dizer, como São Paulo: Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim. A minha vida presente, na carne, eu a vivo na fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim (Gal. 2, 20).

Rezar pelo clero, por sua santificação, torna-se uma obrigação moral para cada um de nós que recebe tanto de Deus, através dos seus escolhidos para tal.

Conclamo toda a Arquidiocese a viver este tríduo como tempo de graça em favor da santificação do nosso presbitério e de todo clero. Em tempos de tantas dores devemos colocar todas as nossas angústias, sofrimentos, dificuldades e alegrias no altar do Senhor.

Rezemos! Rezemos com muita dedicação pelos padres de nossa Arquidiocese do Rio de Janeiro. Rezemos muito pelo nosso clero e pela sua santificação. Rezemos pela unidade entre nós. Que a nossa oração chegue aos ouvidos do Senhor nosso Deus e que Ele venha depressa em nosso auxílio e ajude nossos sacerdotes a desempenharem com a graça de Deus o seu ministério em favor da santificação do povo de Deus. Amém!


Cardeal Orani João Tempesta
Autor

Cardeal Orani João Tempesta

Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro