Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 20º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 22/06/2018

22 de Junho de 2018

O carisma de Deus está em nós

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

22 de Junho de 2018

O carisma de Deus está em nós

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

14/02/2018 14:36 - Atualizado em 14/02/2018 14:37

O carisma de Deus está em nós 0

14/02/2018 14:36 - Atualizado em 14/02/2018 14:37

Diante da grandiosidade do que Deus nos apresenta, é preciso abrir o coração para viver um tempo novo. O Senhor nos prometeu: “Meus olhos estarão abertos e meus ouvidos atentos à oração feita neste lugar. Pois agora escolhi e santifiquei esta casa dedicada a meu nome para sempre. Meus olhos e meu coração estarão nela todo o tempo” (2Cr 7, 15-16). Agora é o tempo da graça, o tempo oportuno.

Tudo o que ficou para trás precisa ser deixado no coração de Deus. Não fique se lamentando, não fique mais com os olhos voltados somente para os problemas. Olhe para o Senhor. Os olhos Dele estão voltados para você e para sua casa. O Senhor quer atingir cada um pessoalmente, penetrar a nossa consciência e o nosso coração com a graça avassaladora da Divina Misericórdia, capaz de transformar em homens e mulheres novos. 

O Senhor quer que sejamos todos adoradores. O Senhor quer nos levar ao “deserto” para que O toquemos novamente. Precisamos pedir a Ele que mexa no nosso coração e no mais profundo de nós mesmos. 

O convite do Senhor é para deixarmos de ser crianças e apressarmos o nosso crescimento em Cristo para chegarmos à idade da maturidade em Cristo. 

É questão de dar passos. Um por vez. No ritmo que cada um consegue. Mas é preciso dar os passos… Caminhar. É proibido estacionar. É preciso discernir os meios adequados à etapa que se vive em suas necessidades próprias. Através dos meios, vamos adquirindo nova escala de valores, nova mentalidade.

Muitos de nós tivemos a graça de receber a efusão no Espírito, os dons do Espírito Santo; o carisma de Deus está em nós. O que tem acontecido é que essa “brasa está coberta de cinzas”, por isso, você não vê o fogo da brasa. Muita coisa caiu sobre você e sobre muitos.

Facilmente nos deixamos envolver e contagiar pelos problemas, nos deixamos sucumbir e ficar no chão pelo desânimo. Mas Jesus está “abanando a chama”. A brasa que está aí vai reacender e reinflamar, num maravilhoso reavivamento.

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

O carisma de Deus está em nós

14/02/2018 14:36 - Atualizado em 14/02/2018 14:37

Diante da grandiosidade do que Deus nos apresenta, é preciso abrir o coração para viver um tempo novo. O Senhor nos prometeu: “Meus olhos estarão abertos e meus ouvidos atentos à oração feita neste lugar. Pois agora escolhi e santifiquei esta casa dedicada a meu nome para sempre. Meus olhos e meu coração estarão nela todo o tempo” (2Cr 7, 15-16). Agora é o tempo da graça, o tempo oportuno.

Tudo o que ficou para trás precisa ser deixado no coração de Deus. Não fique se lamentando, não fique mais com os olhos voltados somente para os problemas. Olhe para o Senhor. Os olhos Dele estão voltados para você e para sua casa. O Senhor quer atingir cada um pessoalmente, penetrar a nossa consciência e o nosso coração com a graça avassaladora da Divina Misericórdia, capaz de transformar em homens e mulheres novos. 

O Senhor quer que sejamos todos adoradores. O Senhor quer nos levar ao “deserto” para que O toquemos novamente. Precisamos pedir a Ele que mexa no nosso coração e no mais profundo de nós mesmos. 

O convite do Senhor é para deixarmos de ser crianças e apressarmos o nosso crescimento em Cristo para chegarmos à idade da maturidade em Cristo. 

É questão de dar passos. Um por vez. No ritmo que cada um consegue. Mas é preciso dar os passos… Caminhar. É proibido estacionar. É preciso discernir os meios adequados à etapa que se vive em suas necessidades próprias. Através dos meios, vamos adquirindo nova escala de valores, nova mentalidade.

Muitos de nós tivemos a graça de receber a efusão no Espírito, os dons do Espírito Santo; o carisma de Deus está em nós. O que tem acontecido é que essa “brasa está coberta de cinzas”, por isso, você não vê o fogo da brasa. Muita coisa caiu sobre você e sobre muitos.

Facilmente nos deixamos envolver e contagiar pelos problemas, nos deixamos sucumbir e ficar no chão pelo desânimo. Mas Jesus está “abanando a chama”. A brasa que está aí vai reacender e reinflamar, num maravilhoso reavivamento.

 

Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II