Arquidiocese do Rio de Janeiro

27º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 27/04/2017

27 de Abril de 2017

Celebrar o Mistério da Salvação em nossa vida, através de Nossa Senhora Aparecida

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

27 de Abril de 2017

Celebrar o Mistério da Salvação em nossa vida, através de Nossa Senhora Aparecida

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

11/10/2016 00:00 - Atualizado em 14/10/2016 14:08

Celebrar o Mistério da Salvação em nossa vida, através de Nossa Senhora Aparecida 0

11/10/2016 00:00 - Atualizado em 14/10/2016 14:08

Amanhã, 12 de outubro, terá início a celebração do Ano Mariano.  Iniciativa proclamada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, em comemoração aos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nas águas do rio Paraíba do Sul, o período é, sem sombra de dúvidas, um momento de grande ação de graças a Deus, por tudo o que o Mistério de Jesus na vida de Nossa Senhora acrescenta à vida dos fiéis católicos.

Trazer à memória da Igreja a experiência vivida por aqueles simples pescadores, de uma cidadezinha até então desconhecida do interior do país, é reviver o grande evento da pesca milagrosa (Lc 5,1-7) e fortalecer a certeza de que Deus, na sua infinita bondade e amor, de modo especial, ofertou, a nós brasileiros, a sua própria mãe, para que também fosse nossa.

E quão grande graça é ter como mãe, a Mãe de Jesus. Ela, escolhida desde os primórdios tempos para gerar Cristo para o mundo, continua a gerar Cristo em cada um de nós.

Acolhidos em seu regaço de amor, o exemplo de Maria nos chama a testemunhar este Amor ao mundo, cada vez mais necessitado da verdadeira Esperança, mistério da nossa Salvação.

Maria, serva da Misericórdia, de aparência frágil, mas uma mulher forte, determinada e comprometida com os desígnios de Deus para a humanidade.

Maria, a esposa e a mãe, que mesmo diante da dor, não perdeu a fé e conduziu todos os que criam em Jesus a realização da Grande Promessa, vem mais uma vez nos reconduzir ao Mistério da Santíssima Trindade.

A fé e a devoção à Nossa Senhora é senão a certeza de que se nos colocamos sob o seu olhar, jamais estaremos perdidos, nunca nos faltará o vinho e sempre nos será dada a oportunidade de tornarmo-nos odres novos.

Revestida como Rainha, que é, Maria nos proporciona a alegria do reencontro com a Promessa Divina, com a Palavra e a Eucaristia, com o Centro da nossa fé e vida, num novo e revigorado empenho de fazer tudo o que Ele nos disser!


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Celebrar o Mistério da Salvação em nossa vida, através de Nossa Senhora Aparecida

11/10/2016 00:00 - Atualizado em 14/10/2016 14:08

Amanhã, 12 de outubro, terá início a celebração do Ano Mariano.  Iniciativa proclamada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, em comemoração aos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, nas águas do rio Paraíba do Sul, o período é, sem sombra de dúvidas, um momento de grande ação de graças a Deus, por tudo o que o Mistério de Jesus na vida de Nossa Senhora acrescenta à vida dos fiéis católicos.

Trazer à memória da Igreja a experiência vivida por aqueles simples pescadores, de uma cidadezinha até então desconhecida do interior do país, é reviver o grande evento da pesca milagrosa (Lc 5,1-7) e fortalecer a certeza de que Deus, na sua infinita bondade e amor, de modo especial, ofertou, a nós brasileiros, a sua própria mãe, para que também fosse nossa.

E quão grande graça é ter como mãe, a Mãe de Jesus. Ela, escolhida desde os primórdios tempos para gerar Cristo para o mundo, continua a gerar Cristo em cada um de nós.

Acolhidos em seu regaço de amor, o exemplo de Maria nos chama a testemunhar este Amor ao mundo, cada vez mais necessitado da verdadeira Esperança, mistério da nossa Salvação.

Maria, serva da Misericórdia, de aparência frágil, mas uma mulher forte, determinada e comprometida com os desígnios de Deus para a humanidade.

Maria, a esposa e a mãe, que mesmo diante da dor, não perdeu a fé e conduziu todos os que criam em Jesus a realização da Grande Promessa, vem mais uma vez nos reconduzir ao Mistério da Santíssima Trindade.

A fé e a devoção à Nossa Senhora é senão a certeza de que se nos colocamos sob o seu olhar, jamais estaremos perdidos, nunca nos faltará o vinho e sempre nos será dada a oportunidade de tornarmo-nos odres novos.

Revestida como Rainha, que é, Maria nos proporciona a alegria do reencontro com a Promessa Divina, com a Palavra e a Eucaristia, com o Centro da nossa fé e vida, num novo e revigorado empenho de fazer tudo o que Ele nos disser!


Michelle Figueiredo Neves
Autor

Michelle Figueiredo Neves

Ministra do Acolhimento