Arquidiocese do Rio de Janeiro

32º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/03/2019

20 de Março de 2019

D. Vilar, Bispo de São João da Boa Vista

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

20 de Março de 2019

D. Vilar, Bispo de São João da Boa Vista

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

26/09/2016 00:00 - Atualizado em 29/09/2016 19:15

D. Vilar, Bispo de São João da Boa Vista 0

26/09/2016 00:00 - Atualizado em 29/09/2016 19:15

Tenho muitos laços com a minha Diocese de origem, São João da Boa Vista, onde nasci, fui batizado, fiz primeira comunhão, fui crismado, ordenado diácono, presbítero e bispo, aonde exerci meu ministério sacerdotal, fui vigário, pároco, prior, abade, colaborando com muita alegria com meus amados bispos, Dom Tomás Vaquero, cujo centenário há pouco celebrávamos de seu nascimento; e Dom Dadeus Grings, pois estive presente em muitos trabalhos pastorais, conselhos, assembleias. Hoje o Papa Francisco oferece a Diocese o quinto bispo diocesano nomeando o querido irmão, Sua Excelência Reverendíssima Dom Antônio Emídio Vilar, SDB, até o presente momento Bispo Diocesano de São Luiz de Cáceres, no MT. Estive em Cáceres para o jubileu da Diocese que, no passado, era território de São Sebastião do Rio de Janeiro, e como ele é salesiano temos laços em comum, pois estudei teologia em faculdade salesiana.

Dom Antônio Emídio Vilar nasceu em 14 de novembro de 1957, no distrito de Guardinha, na cidade mineira de São Sebastião do Paraíso, Diocese de Guaxupé. Cursou o Ensino Fundamental no Grupo Dr. Washington Luís – Batatais; em Pindamonhangaba (Instituto Coração Eucarístico) e em Lavrinhas (Ginásio São Manoel).Cursou o ensino Médio no Ginásio São Manoel – Lavrinhas, SP. Cursou a Filosofia em Lorena (1976-1978) e a Teologia na UPS-Universidade Pontifícia Salesiana, em Roma. Possui Bacharelado e mestrado em teologia na UPS-Universidade Pontifícia Salesiana- Roma (1981-1986) e doutorado em liturgia pela FAI (Faculdade Nossa Senhora da Assunção, SP (1993).

Antes de ser eleito bispo exerceu os seguintes ofícios: Coordenador de estudos no aspirantado, em Pindamonhangaba (1986); Coordenador de Estudos de Filosofia e Coordenador de Pastoral, em Lorena (1987-1989); Juiz do Tribunal Eclesiástico de Aparecida (1987-2008); Diretor do aspirantado, em Pindamonhangaba (1990); Coordenador de Estudos e professor no Instituto Teológico Pio XI, São Paulo (1991-1993); Membro da SOTER-Sociedade de Teologia e Ciências da Religião (1991-1998); Diretor e professor do Instituto Teológico Pio XI- São Paulo (1994-1998); Conselho Inspetorial da Inspetoria Salesiana de São Paulo (1998-2006); Mestre de noviços em São Carlos (1999-2001); Mestre de noviços e diretor dos Salesianos em São Carlos (2002-2007); Conselho de presbíteros da Diocese de São Carlos (2006-2007); Pároco da Paróquia N. S. Auxiliadora e Diretor do Instituto Dom Bosco- São Paulo (2008).”

Nomeado Bispo pelo Papa Bento XVI, no dia 23 de julho de 2008, Dom Antônio Emídio Vilar, Salesiano de Dom Bosco, primeiramente como 5o Bispo Diocesano de São Luiz de Cáceres. Escolheu como lema: “A vida pelas ovelhas” (Jo 10,11). Sua ordenação ocorreu no dia 27 de setembro de 2008, na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, no Bairro do Bom Retiro, em São Paulo (SP), sendo sagrante Sua Eminência Reverendíssima Dom Odilo Pedro Sherer, Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom José Vieira de Lima, 4º. Bispo de São Luiz de Cáceres e Dom Hilário Moser (em minha época diretor de estudos da teologia), Bispo Emérito de Tubarão. Dom Antonio Emídio Vilar tomou posse na Catedral de São Luiz de Cáceres no dia 25 de outubro de 2008. Na Diocese mato-grossense Dom Vilar começou seu trabalho pastoral ouvindo as necessidades da Diocese, dialogando com o Clero, religiosos, religiosas e leigos e leigas. Teve a alegria de presidir a celebração dos cem anos de criação da Diocese, em 2010, quando estive também presente, e dinamizou profundamente a ação pastoral da Diocese de São Luiz de Cáceres. Atualmente é também vice-presidente da Conferência Episcopal Regional Oeste 2 e membro da Comissão episcopal para a Juventude da CNBB.

Agora eleito para 5º. Bispo Diocesano de São João da Boa Vista chegará a uma diocese muito importante dentro do contexto da Igreja que caminha no Estado de São Paulo. Uma Igreja rica de vocações sacerdotais, um clero admirável e evangelizador, e lideranças leigas que estão comprometidas com a vivência do Evangelho e com o querigma da evangelização. Ao desejar a Sua Excelência Reverendíssima, Dom Antônio Emídio Vilar, boas vindas em minha região terra natal, na nossa diocese de origem, desejo-lhe todas as luzes necessárias para bem servir esse povo de Deus que ali caminha continuando o trabalho de seus antecessores, homens provados na lida com o povo, na santificação da gente santa de nossa Diocese.

Ao se concretizar a sucessão, cumprimento a D. David Dias Pimentel, que ao completar a idade canônica e num processo doloroso de doença pode contemplar o caminho percorrido e continuar servindo a Igreja sem o peso do governo de uma diocese. Agradeço o empenho pastoral e missionário exercidos nesses anos na Diocese de São João e suplico a Nossa Senhora Aparecida e São João Batista que interceda por esse novo momento de sua vida, dando-lhe as forças necessárias e a saúde em ação de graças pelo muito que fez em favor da Diocese de São João da Boa Vista.

Aos queridos irmãos padres do clero de São João da Boa Vista, a quem tive a honra de pertencer, padres seculares e religiosos de todas as congregações, na pessoa Senhor Vigário Geral, meu caro amigo, cumprimento com o coração cheio de esperança sabendo que receberão o novo bispo de coração aberto continuando juntos a caminhada pastoral da Igreja que peregrina nestas abençoadas terras. Aos leigos e leigas, lideranças da nossa natal Diocese nossa saudação na certeza de estão de coração aberto para Cristo acolhendo Dom Antônio Emídio Vilar, aquele que em nome do Senhor chega para pastorear a Igreja de Boa Vista com o entusiasmo juvenil de São João Bosco e a força evangelizadora de convocar todos para ir ao encontro do Cristo Ressuscitado como São João Batista, que agora o conduzirá pelos belos caminhos da Igreja de São João da Boa Vista.

Iniciamos há dias a primavera, e as primeiras chuvas caíram em nosso solo fecundando-o. Primavera tem tudo a ver com a Páscoa da Ressurreição. Que esperanças novas sejam espalhadas e perfumem os ares da região do leste paulista e sul de minas com mais esse momento.

Que o ministério de Dom Vilar seja graça sobre graça dando plenamente a “sua vida pelas ovelhas”(Jo 10,11) de São João da Boa Vista.


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

D. Vilar, Bispo de São João da Boa Vista

26/09/2016 00:00 - Atualizado em 29/09/2016 19:15

Tenho muitos laços com a minha Diocese de origem, São João da Boa Vista, onde nasci, fui batizado, fiz primeira comunhão, fui crismado, ordenado diácono, presbítero e bispo, aonde exerci meu ministério sacerdotal, fui vigário, pároco, prior, abade, colaborando com muita alegria com meus amados bispos, Dom Tomás Vaquero, cujo centenário há pouco celebrávamos de seu nascimento; e Dom Dadeus Grings, pois estive presente em muitos trabalhos pastorais, conselhos, assembleias. Hoje o Papa Francisco oferece a Diocese o quinto bispo diocesano nomeando o querido irmão, Sua Excelência Reverendíssima Dom Antônio Emídio Vilar, SDB, até o presente momento Bispo Diocesano de São Luiz de Cáceres, no MT. Estive em Cáceres para o jubileu da Diocese que, no passado, era território de São Sebastião do Rio de Janeiro, e como ele é salesiano temos laços em comum, pois estudei teologia em faculdade salesiana.

Dom Antônio Emídio Vilar nasceu em 14 de novembro de 1957, no distrito de Guardinha, na cidade mineira de São Sebastião do Paraíso, Diocese de Guaxupé. Cursou o Ensino Fundamental no Grupo Dr. Washington Luís – Batatais; em Pindamonhangaba (Instituto Coração Eucarístico) e em Lavrinhas (Ginásio São Manoel).Cursou o ensino Médio no Ginásio São Manoel – Lavrinhas, SP. Cursou a Filosofia em Lorena (1976-1978) e a Teologia na UPS-Universidade Pontifícia Salesiana, em Roma. Possui Bacharelado e mestrado em teologia na UPS-Universidade Pontifícia Salesiana- Roma (1981-1986) e doutorado em liturgia pela FAI (Faculdade Nossa Senhora da Assunção, SP (1993).

Antes de ser eleito bispo exerceu os seguintes ofícios: Coordenador de estudos no aspirantado, em Pindamonhangaba (1986); Coordenador de Estudos de Filosofia e Coordenador de Pastoral, em Lorena (1987-1989); Juiz do Tribunal Eclesiástico de Aparecida (1987-2008); Diretor do aspirantado, em Pindamonhangaba (1990); Coordenador de Estudos e professor no Instituto Teológico Pio XI, São Paulo (1991-1993); Membro da SOTER-Sociedade de Teologia e Ciências da Religião (1991-1998); Diretor e professor do Instituto Teológico Pio XI- São Paulo (1994-1998); Conselho Inspetorial da Inspetoria Salesiana de São Paulo (1998-2006); Mestre de noviços em São Carlos (1999-2001); Mestre de noviços e diretor dos Salesianos em São Carlos (2002-2007); Conselho de presbíteros da Diocese de São Carlos (2006-2007); Pároco da Paróquia N. S. Auxiliadora e Diretor do Instituto Dom Bosco- São Paulo (2008).”

Nomeado Bispo pelo Papa Bento XVI, no dia 23 de julho de 2008, Dom Antônio Emídio Vilar, Salesiano de Dom Bosco, primeiramente como 5o Bispo Diocesano de São Luiz de Cáceres. Escolheu como lema: “A vida pelas ovelhas” (Jo 10,11). Sua ordenação ocorreu no dia 27 de setembro de 2008, na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, no Bairro do Bom Retiro, em São Paulo (SP), sendo sagrante Sua Eminência Reverendíssima Dom Odilo Pedro Sherer, Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom José Vieira de Lima, 4º. Bispo de São Luiz de Cáceres e Dom Hilário Moser (em minha época diretor de estudos da teologia), Bispo Emérito de Tubarão. Dom Antonio Emídio Vilar tomou posse na Catedral de São Luiz de Cáceres no dia 25 de outubro de 2008. Na Diocese mato-grossense Dom Vilar começou seu trabalho pastoral ouvindo as necessidades da Diocese, dialogando com o Clero, religiosos, religiosas e leigos e leigas. Teve a alegria de presidir a celebração dos cem anos de criação da Diocese, em 2010, quando estive também presente, e dinamizou profundamente a ação pastoral da Diocese de São Luiz de Cáceres. Atualmente é também vice-presidente da Conferência Episcopal Regional Oeste 2 e membro da Comissão episcopal para a Juventude da CNBB.

Agora eleito para 5º. Bispo Diocesano de São João da Boa Vista chegará a uma diocese muito importante dentro do contexto da Igreja que caminha no Estado de São Paulo. Uma Igreja rica de vocações sacerdotais, um clero admirável e evangelizador, e lideranças leigas que estão comprometidas com a vivência do Evangelho e com o querigma da evangelização. Ao desejar a Sua Excelência Reverendíssima, Dom Antônio Emídio Vilar, boas vindas em minha região terra natal, na nossa diocese de origem, desejo-lhe todas as luzes necessárias para bem servir esse povo de Deus que ali caminha continuando o trabalho de seus antecessores, homens provados na lida com o povo, na santificação da gente santa de nossa Diocese.

Ao se concretizar a sucessão, cumprimento a D. David Dias Pimentel, que ao completar a idade canônica e num processo doloroso de doença pode contemplar o caminho percorrido e continuar servindo a Igreja sem o peso do governo de uma diocese. Agradeço o empenho pastoral e missionário exercidos nesses anos na Diocese de São João e suplico a Nossa Senhora Aparecida e São João Batista que interceda por esse novo momento de sua vida, dando-lhe as forças necessárias e a saúde em ação de graças pelo muito que fez em favor da Diocese de São João da Boa Vista.

Aos queridos irmãos padres do clero de São João da Boa Vista, a quem tive a honra de pertencer, padres seculares e religiosos de todas as congregações, na pessoa Senhor Vigário Geral, meu caro amigo, cumprimento com o coração cheio de esperança sabendo que receberão o novo bispo de coração aberto continuando juntos a caminhada pastoral da Igreja que peregrina nestas abençoadas terras. Aos leigos e leigas, lideranças da nossa natal Diocese nossa saudação na certeza de estão de coração aberto para Cristo acolhendo Dom Antônio Emídio Vilar, aquele que em nome do Senhor chega para pastorear a Igreja de Boa Vista com o entusiasmo juvenil de São João Bosco e a força evangelizadora de convocar todos para ir ao encontro do Cristo Ressuscitado como São João Batista, que agora o conduzirá pelos belos caminhos da Igreja de São João da Boa Vista.

Iniciamos há dias a primavera, e as primeiras chuvas caíram em nosso solo fecundando-o. Primavera tem tudo a ver com a Páscoa da Ressurreição. Que esperanças novas sejam espalhadas e perfumem os ares da região do leste paulista e sul de minas com mais esse momento.

Que o ministério de Dom Vilar seja graça sobre graça dando plenamente a “sua vida pelas ovelhas”(Jo 10,11) de São João da Boa Vista.


Cardeal Orani João Tempesta
Autor

Cardeal Orani João Tempesta

Arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro