Arquidiocese do Rio de Janeiro

36º 27º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 17/01/2017

17 de Janeiro de 2017

O Chamado de Deus como projeto de felicidade para homem

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

17 de Janeiro de 2017

O Chamado de Deus como projeto de felicidade para homem

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

26/04/2016 00:00 - Atualizado em 27/04/2016 10:54

O Chamado de Deus como projeto de felicidade para homem 0

26/04/2016 00:00 - Atualizado em 27/04/2016 10:54


“Olhou para mim e me escolheu por misericórdia” 


“ Ao passar, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhes: ‘ Segue-me!’. Ele se levantou e seguiu-o” (Mateus 9,9). Esta passagem da Bíblia não só é de grande estima para aqueles que a conhecem e creêm, mas também é um fato que mexe com toda existência humana. Todo homem ao ser chamado ou ao receber um convite de algo inesperado se sente desconfortado, ansioso, feliz. Mas é importante entender que esta dinâmica da vida não fica só nesta fase, mas vai além e faz o homem dar passos concretos e decisivos.

Como foi fundamental aquele olhar de Cristo para este homem: “Ao passar, Jesus VIU...”. O olhar do grande profeta Nazareno mexe com aquele homem que faz ele largar a vida, pois estava trabalhando. Largou o seu sustento para seguir este homem, mas por que esta atitude? Porque Cristo olhou para Mateus e entendeu suas fraquezas e compreendeu suas crises e o amou profundamente.

Ser cobrador de impostos, na época de Jesus, não era uma profissão que tinha uma boa estima diante do povo e, por isso, o próprio Jesus tem atitude de ir ao encontro daquele homem  que não era olhado com amor, que era repudiado e mal falado. O Olhar de Jesus penetra sua alma e faz de Mateus um homem de decisão: “( ...) Ele se levantou e seguiu-O”. Mateus aderiu um novo plano para sua vida e abraçou o projeto de Cristo levando-o até o Martírio. Ele entende que aquele chamado era o que faltava em sua vida, ou seja, a felicidade.

Como a figura de Mateus leva cada homem a pensar! Como Mateus, todo homem ao deparar-se com a sua vocação precisa refletir: o que esta vocação concederá a mim? Como será? Mateus foi um daqueles que não quis saber de sua condição, simplesmente levantou e seguiu-O, pois viu misericórdia e amor nos olhos daquele que olhava. Deus olha para o homem hoje e o chama para um projeto de felicidade em que não levará ao arrependimento. Deus, no seu projeto de salvação, não chama homens qualificados, pois sabe das suas fraquezas, mas chama aqueles que atendem e são tocados pela sua misericórdia, pois necessitam ser amados. A misericórdia de Deus não se assusta com a escuridão do homem, mas investe para que ele possa mudar de vida e ser feliz. Assim é qualquer vocação: o projeto de felicidade em que Deus olhar com misericórdia e chama cada homem a ser Dele e a viver Nele para que possa ser feliz.

Como Mateus, que entrou na dinâmica da misericórdia, ao ser chamado em um momento inesperado (que poderia ser visto de forma inoportuna por esta trabalhando), e logo decidiu por Cristo, todo homem deve dar o seu passo e entrega-se totalmente a dinâmica da misericórdia e do chamado. Mateus se tornou Apóstolo de Cristo e anunciou, este mesmo olhar de misericórdia, a todos que ele encontrava.

Todo homem ao se encontrar com o Senhor possa anunciar para o mundo: “ Sim, ele olhou para mim e me escolheu por misericórdia”. Que a figura de Mateus não seja para o homem de hoje, um estimulo de mudança de vida e busca de felicidade.
            
Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

O Chamado de Deus como projeto de felicidade para homem

26/04/2016 00:00 - Atualizado em 27/04/2016 10:54


“Olhou para mim e me escolheu por misericórdia” 


“ Ao passar, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhes: ‘ Segue-me!’. Ele se levantou e seguiu-o” (Mateus 9,9). Esta passagem da Bíblia não só é de grande estima para aqueles que a conhecem e creêm, mas também é um fato que mexe com toda existência humana. Todo homem ao ser chamado ou ao receber um convite de algo inesperado se sente desconfortado, ansioso, feliz. Mas é importante entender que esta dinâmica da vida não fica só nesta fase, mas vai além e faz o homem dar passos concretos e decisivos.

Como foi fundamental aquele olhar de Cristo para este homem: “Ao passar, Jesus VIU...”. O olhar do grande profeta Nazareno mexe com aquele homem que faz ele largar a vida, pois estava trabalhando. Largou o seu sustento para seguir este homem, mas por que esta atitude? Porque Cristo olhou para Mateus e entendeu suas fraquezas e compreendeu suas crises e o amou profundamente.

Ser cobrador de impostos, na época de Jesus, não era uma profissão que tinha uma boa estima diante do povo e, por isso, o próprio Jesus tem atitude de ir ao encontro daquele homem  que não era olhado com amor, que era repudiado e mal falado. O Olhar de Jesus penetra sua alma e faz de Mateus um homem de decisão: “( ...) Ele se levantou e seguiu-O”. Mateus aderiu um novo plano para sua vida e abraçou o projeto de Cristo levando-o até o Martírio. Ele entende que aquele chamado era o que faltava em sua vida, ou seja, a felicidade.

Como a figura de Mateus leva cada homem a pensar! Como Mateus, todo homem ao deparar-se com a sua vocação precisa refletir: o que esta vocação concederá a mim? Como será? Mateus foi um daqueles que não quis saber de sua condição, simplesmente levantou e seguiu-O, pois viu misericórdia e amor nos olhos daquele que olhava. Deus olha para o homem hoje e o chama para um projeto de felicidade em que não levará ao arrependimento. Deus, no seu projeto de salvação, não chama homens qualificados, pois sabe das suas fraquezas, mas chama aqueles que atendem e são tocados pela sua misericórdia, pois necessitam ser amados. A misericórdia de Deus não se assusta com a escuridão do homem, mas investe para que ele possa mudar de vida e ser feliz. Assim é qualquer vocação: o projeto de felicidade em que Deus olhar com misericórdia e chama cada homem a ser Dele e a viver Nele para que possa ser feliz.

Como Mateus, que entrou na dinâmica da misericórdia, ao ser chamado em um momento inesperado (que poderia ser visto de forma inoportuna por esta trabalhando), e logo decidiu por Cristo, todo homem deve dar o seu passo e entrega-se totalmente a dinâmica da misericórdia e do chamado. Mateus se tornou Apóstolo de Cristo e anunciou, este mesmo olhar de misericórdia, a todos que ele encontrava.

Todo homem ao se encontrar com o Senhor possa anunciar para o mundo: “ Sim, ele olhou para mim e me escolheu por misericórdia”. Que a figura de Mateus não seja para o homem de hoje, um estimulo de mudança de vida e busca de felicidade.
            
Samuel Afonso Leonardo
Autor

Samuel Afonso Leonardo

Seminarista do 3° ano de Teologia - Seminário - São José