Arquidiocese do Rio de Janeiro

34º 23º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 16/12/2017

16 de Dezembro de 2017

Lute pelos jovens!

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

16 de Dezembro de 2017

Lute pelos jovens!

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

25/04/2016 00:00 - Atualizado em 26/04/2016 15:45

Lute pelos jovens! 0

25/04/2016 00:00 - Atualizado em 26/04/2016 15:45

Com frequência ouço a seguinte frase: “Aquele jovem não tem mais jeito”. É difícil de acreditar que tal coisa seja dita por alguém que se diz cristão. O verdadeiro cristão não desiste de um rapaz ou moça que procura a felicidade em caminhos errados. A juventude precisa ser evangelizada, pois o mundo não cessa de oferecer soluções e prazeres momentâneos que causam o esvaziamento e a perda de sentido. Para tanto, é preciso que se tenha um olhar atento e voltado para as suas necessidades. O mais comum nos dias atuais é o olhar para si mesmo, estamos tão preocupados com as nossas “vidinhas” que esquecemos daquele filho, sobrinha, irmão, que está tão próximo de nós. Infelizmente, alguns jovens acabam se deixando levar pela sensação de prazer e liberdade que as drogas prometem. Todos os dias ouvimos relatos desse tipo de situação, mas nunca é tarde, a fé e confiança em Deus devem nos acompanhar!

Todos nós passamos ou estamos passando pela juventude, época de decisões, questionamentos, incertezas e autoconfiança ao extremo. Achamos que somos capazes de tudo e é aí que mora o perigo, quem nunca ouviu essas frases: “Eu sei o que eu estou fazendo!”, “Quem sabe da minha vida sou eu!”, “Mãe, vê se me erra!”. O jovem precisa ouvir falar de Cristo, precisa saber que alguém deu a vida por ele, que a vida dele só tem sentido com Jesus. Como levar Cristo aos jovens?

Respondo essa questão sob o ponto de vista da valorização e confiança. Valorize e confie na juventude, bote fé nos jovens! Faça de tudo para chamar a atenção deles, lembre-se que eles adoram os desafios. As paróquias podem atraí-los através dos grupos de teatro, do grupo jovem, música,  pintura, dança, etc. A arte é um instrumento poderoso para atrair as moças e rapazes.

Fiz estágio pastoral numa paróquia que tinha um grupo jovem muito ativo, eles promoviam tardes de louvores com testemunhos de jovens que viviam pelas ruas, imersos na ilusão da falsa alegria das drogas. Enquanto a música e os testemunhos aconteciam dentro da paróquia, um mutirão se dirigia à praça para convidar os adolescentes que ali estavam. Muitos passavam a tarde naquela praça fazendo uso de drogas e se surpreendiam com aquele convite inesperado, um convite feito por outro jovem, que carregava um sorriso e uma alegria diferente no rosto.

Quem ama e vive por Cristo carrega esta alegria consigo. Vários daqueles adolescentes que viviam na praça aceitaram o convite e entraram na igreja e, muitos foram tocados e aceitaram fazer a experiência com Jesus. Precisamos partir em missão, resgatar essas pessoas que estão perdidas.
Cabe lembrar as palavras do Papa Francisco: “(...) prefiro uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças (...)” (Exortação Apostólica Evangelli Gaudium, pp. 42, 43). Estas palavras do Papa devem nos encorajar a sair em busca do próximo. A juventude tem jeito, sempre há esperança, devemos acreditar que com Jesus a obra pode ser realizada. Que tenhamos força e coragem para levar Jesus aos jovens e que a Virgem Maria seja nossa fiel cooperadora para uma ação viva e eficaz com os jovens na Igreja.


Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Lute pelos jovens!

25/04/2016 00:00 - Atualizado em 26/04/2016 15:45

Com frequência ouço a seguinte frase: “Aquele jovem não tem mais jeito”. É difícil de acreditar que tal coisa seja dita por alguém que se diz cristão. O verdadeiro cristão não desiste de um rapaz ou moça que procura a felicidade em caminhos errados. A juventude precisa ser evangelizada, pois o mundo não cessa de oferecer soluções e prazeres momentâneos que causam o esvaziamento e a perda de sentido. Para tanto, é preciso que se tenha um olhar atento e voltado para as suas necessidades. O mais comum nos dias atuais é o olhar para si mesmo, estamos tão preocupados com as nossas “vidinhas” que esquecemos daquele filho, sobrinha, irmão, que está tão próximo de nós. Infelizmente, alguns jovens acabam se deixando levar pela sensação de prazer e liberdade que as drogas prometem. Todos os dias ouvimos relatos desse tipo de situação, mas nunca é tarde, a fé e confiança em Deus devem nos acompanhar!

Todos nós passamos ou estamos passando pela juventude, época de decisões, questionamentos, incertezas e autoconfiança ao extremo. Achamos que somos capazes de tudo e é aí que mora o perigo, quem nunca ouviu essas frases: “Eu sei o que eu estou fazendo!”, “Quem sabe da minha vida sou eu!”, “Mãe, vê se me erra!”. O jovem precisa ouvir falar de Cristo, precisa saber que alguém deu a vida por ele, que a vida dele só tem sentido com Jesus. Como levar Cristo aos jovens?

Respondo essa questão sob o ponto de vista da valorização e confiança. Valorize e confie na juventude, bote fé nos jovens! Faça de tudo para chamar a atenção deles, lembre-se que eles adoram os desafios. As paróquias podem atraí-los através dos grupos de teatro, do grupo jovem, música,  pintura, dança, etc. A arte é um instrumento poderoso para atrair as moças e rapazes.

Fiz estágio pastoral numa paróquia que tinha um grupo jovem muito ativo, eles promoviam tardes de louvores com testemunhos de jovens que viviam pelas ruas, imersos na ilusão da falsa alegria das drogas. Enquanto a música e os testemunhos aconteciam dentro da paróquia, um mutirão se dirigia à praça para convidar os adolescentes que ali estavam. Muitos passavam a tarde naquela praça fazendo uso de drogas e se surpreendiam com aquele convite inesperado, um convite feito por outro jovem, que carregava um sorriso e uma alegria diferente no rosto.

Quem ama e vive por Cristo carrega esta alegria consigo. Vários daqueles adolescentes que viviam na praça aceitaram o convite e entraram na igreja e, muitos foram tocados e aceitaram fazer a experiência com Jesus. Precisamos partir em missão, resgatar essas pessoas que estão perdidas.
Cabe lembrar as palavras do Papa Francisco: “(...) prefiro uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças (...)” (Exortação Apostólica Evangelli Gaudium, pp. 42, 43). Estas palavras do Papa devem nos encorajar a sair em busca do próximo. A juventude tem jeito, sempre há esperança, devemos acreditar que com Jesus a obra pode ser realizada. Que tenhamos força e coragem para levar Jesus aos jovens e que a Virgem Maria seja nossa fiel cooperadora para uma ação viva e eficaz com os jovens na Igreja.


Jackson Tavares de Figueiredo
Autor

Jackson Tavares de Figueiredo

Seminarista do 3° ano de Teologia - Seminário - São José