Arquidiocese do Rio de Janeiro

25º 14º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 26/06/2017

26 de Junho de 2017

Chamados a conquistar almas para Deus

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

26 de Junho de 2017

Chamados a conquistar almas para Deus

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

25/04/2016 11:39 - Atualizado em 25/04/2016 14:03

Chamados a conquistar almas para Deus 0

25/04/2016 11:39 - Atualizado em 25/04/2016 14:03

Impulsionados pelo sopro do Espírito Santo, somos chamados a conquistar muitas almas para Deus, cumprindo com alegria a ordem que Jesus dirige aos seus discípulos: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura.” (Mc 16, 15). Quando pregamos, não anunciamos simplesmente uma palavra, mas uma pessoa que é Cristo Jesus. Portanto, diante de uma sociedade muitas vezes sem esperança, marcado pela violência, pela indiferença, pelo relativismo, pelo medo. somos impelidos a anunciar o Senhor, gerando vida nova nos corações que estão distantes de Deus, através do amor sincero, do anúncio da verdade e principalmente a partir do nosso testemunho cristão.

 “O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Rm 5, 5). Este amor que é dom de Deus é capaz de fecundar a terra árida, conquistar os que estão separados e transformar os corações endurecidos. Este amor nasce do encontro pessoal com Cristo, Aquele que converte nossa vida e que é capaz de renovar todas as coisas. O mundo tem sede deste encontro! O mundo tem sede de amor! Sede de Deus! Por isso, nos diz o Concílio Vaticano II: “onde quer que Deus abra uma porta à palavra para proclamar o mistério de Cristo com confiança e sem cessar anuncie-se o Deus vivo e Aquele que enviou para a salvação de todos, Jesus Cristo”. (Ad Gentes 13).

Como verdadeiros discípulos-missionários, que tiveram este encontro pessoal com o Cristo, devemos anunciar a cada dia que “Ele é o caminho, a verdade e a vida.” (Jo 14, 6). Sabemos que não são fáceis os tempos atuais, são grandes as provações para os homens e mulheres que desejam seguir e servir a Deus. São muitos os desafios, também são muitos os ataques que sofremos, mas precisamos ser ousados, precisamos avançar para águas mais profundas, evangelizar, pregar a palavra oportuna e importunamente (cf. II Tm 4, 2) aproveitando todas as circunstâncias. Muitos são os lugares onde somos chamados a nos fazer presentes para levar esta boa nova, seja em casa, na escola, na internet, nas redes sociais, com o WhatsApp e o facebook. Em todos estes lugares devemos despertar o anseio de seguir Jesus, autor e consumador da nossa fé, (cf. Hb 12, 1) a fim de que muitas pessoas e especialmente os jovens, como nós, tenham suas vidas transformadas pelo conhecimento desta Verdade que liberta. (cf. Jo 8, 32)

O nosso convívio com o Senhor também deve gerar em nós um grande desejo de dar testemunho de tudo aquilo que recebemos não por mérito nosso, mas pela graça de Deus. Como diria o nosso Papa emérito Bento XVI: “quem escolhe Jesus não perde nada, mas ganha tudo”.  Ao nos decidir pelo Senhor realmente ganhamos tudo! Ganhamos a vida eterna. Ganhamos e doamos o amor de Deus. Ganhamos a esperança de construir e esperar um mundo novo! Este deve ser o nosso testemunho, o testemunho daqueles que possuem tudo! Daqueles que tem a paz e alegria verdadeira, que o mundo não pode dar. Daqueles que confiam em Deus e mudam todas as coisas que estão ao seu redor. Nosso testemunho deve contagiar e arrastar muitos irmãos para a Barca de Cristo que é a Igreja.

Assim, somos chamados a não nos conformar com o mal, presente no mundo, mas precisamos defender e testemunhar nossa fé, pois “Deus quer fazer novas todas as coisas, o Espírito Santo transforma-nos verdadeiramente e, através de nós, quer transformar também o mundo onde vivemos." (Papa Francisco). Que o desejo de conquistar almas para Deus inflame o nosso coração e aqueça também o coração de todos aqueles que estão longe do Senhor, para que decididamente caminhemos rumo ao Céu, edificando a Igreja e confessando a nossa fé em Jesus Cristo, o único Senhor, a fim de que muitos se encontrem com Deus!
 
Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Chamados a conquistar almas para Deus

25/04/2016 11:39 - Atualizado em 25/04/2016 14:03

Impulsionados pelo sopro do Espírito Santo, somos chamados a conquistar muitas almas para Deus, cumprindo com alegria a ordem que Jesus dirige aos seus discípulos: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura.” (Mc 16, 15). Quando pregamos, não anunciamos simplesmente uma palavra, mas uma pessoa que é Cristo Jesus. Portanto, diante de uma sociedade muitas vezes sem esperança, marcado pela violência, pela indiferença, pelo relativismo, pelo medo. somos impelidos a anunciar o Senhor, gerando vida nova nos corações que estão distantes de Deus, através do amor sincero, do anúncio da verdade e principalmente a partir do nosso testemunho cristão.

 “O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado” (Rm 5, 5). Este amor que é dom de Deus é capaz de fecundar a terra árida, conquistar os que estão separados e transformar os corações endurecidos. Este amor nasce do encontro pessoal com Cristo, Aquele que converte nossa vida e que é capaz de renovar todas as coisas. O mundo tem sede deste encontro! O mundo tem sede de amor! Sede de Deus! Por isso, nos diz o Concílio Vaticano II: “onde quer que Deus abra uma porta à palavra para proclamar o mistério de Cristo com confiança e sem cessar anuncie-se o Deus vivo e Aquele que enviou para a salvação de todos, Jesus Cristo”. (Ad Gentes 13).

Como verdadeiros discípulos-missionários, que tiveram este encontro pessoal com o Cristo, devemos anunciar a cada dia que “Ele é o caminho, a verdade e a vida.” (Jo 14, 6). Sabemos que não são fáceis os tempos atuais, são grandes as provações para os homens e mulheres que desejam seguir e servir a Deus. São muitos os desafios, também são muitos os ataques que sofremos, mas precisamos ser ousados, precisamos avançar para águas mais profundas, evangelizar, pregar a palavra oportuna e importunamente (cf. II Tm 4, 2) aproveitando todas as circunstâncias. Muitos são os lugares onde somos chamados a nos fazer presentes para levar esta boa nova, seja em casa, na escola, na internet, nas redes sociais, com o WhatsApp e o facebook. Em todos estes lugares devemos despertar o anseio de seguir Jesus, autor e consumador da nossa fé, (cf. Hb 12, 1) a fim de que muitas pessoas e especialmente os jovens, como nós, tenham suas vidas transformadas pelo conhecimento desta Verdade que liberta. (cf. Jo 8, 32)

O nosso convívio com o Senhor também deve gerar em nós um grande desejo de dar testemunho de tudo aquilo que recebemos não por mérito nosso, mas pela graça de Deus. Como diria o nosso Papa emérito Bento XVI: “quem escolhe Jesus não perde nada, mas ganha tudo”.  Ao nos decidir pelo Senhor realmente ganhamos tudo! Ganhamos a vida eterna. Ganhamos e doamos o amor de Deus. Ganhamos a esperança de construir e esperar um mundo novo! Este deve ser o nosso testemunho, o testemunho daqueles que possuem tudo! Daqueles que tem a paz e alegria verdadeira, que o mundo não pode dar. Daqueles que confiam em Deus e mudam todas as coisas que estão ao seu redor. Nosso testemunho deve contagiar e arrastar muitos irmãos para a Barca de Cristo que é a Igreja.

Assim, somos chamados a não nos conformar com o mal, presente no mundo, mas precisamos defender e testemunhar nossa fé, pois “Deus quer fazer novas todas as coisas, o Espírito Santo transforma-nos verdadeiramente e, através de nós, quer transformar também o mundo onde vivemos." (Papa Francisco). Que o desejo de conquistar almas para Deus inflame o nosso coração e aqueça também o coração de todos aqueles que estão longe do Senhor, para que decididamente caminhemos rumo ao Céu, edificando a Igreja e confessando a nossa fé em Jesus Cristo, o único Senhor, a fim de que muitos se encontrem com Deus!
 
Thiago da Silva Nascimento
Autor

Thiago da Silva Nascimento

Seminarista do 3° ano de Teologia - Seminário - São José