Arquidiocese do Rio de Janeiro

35º 21º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 17/12/2017

17 de Dezembro de 2017

Jamais perca suas esperanças

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

17 de Dezembro de 2017

Jamais perca suas esperanças

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

12/01/2016 13:12 - Atualizado em 12/01/2016 13:13

Jamais perca suas esperanças 0

12/01/2016 13:12 - Atualizado em 12/01/2016 13:13

Por que hoje as pessoas estão cada vez mais propensas à depressão e estão cada vez mais desanimadas? Não estou menosprezando quem sofre deste mal, pois, nos tempos atuais, todos estão sujeitos a ele. Por isso, nós, cristãos, precisamos nos encher das verdades de fé, pois a esperança nasce da certeza da fé. 

Quando apenas olhamos as dificuldades, os problemas, ficamos sem esperança e, consequentemente, vivemos desanimados. Todo homem precisa viver de esperança, porque se perdermos a visão do que vem, o nosso objetivo, morremos espiritualmente, psicologicamente e fisicamente. E Deus não quer a nossa morte, mas sim a nossa vida! 

Somos convidados a viver a esperança, na certeza da vida eterna, que só será alcançada em sua totalidade após a morte. A fé na salvação orienta a nossa vida! 

Não podemos dizer: “Nossa esperança acabou, está tudo perdido” ou “minha família não tem mais jeito, este mundo não tem mais jeito”. Não é verdade. Nada é impossível para Deus! 

Deus nos ama mesmo quando estamos na miséria, quando pecamos ou estamos perdidos. Ele sempre nos acompanha, porque somos filhos e filhas. Deus se compadece de nós! 

Não tenha medo de enfrentar as situações difíceis da vida. Não tema as pessoas que, muitas vezes, estão confusas e enfermas pela falta de perdão, pelo desânimo e pelo sofrimento. Vá ao encontro delas e semeie a paz, o amor e a esperança.

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Jamais perca suas esperanças

12/01/2016 13:12 - Atualizado em 12/01/2016 13:13

Por que hoje as pessoas estão cada vez mais propensas à depressão e estão cada vez mais desanimadas? Não estou menosprezando quem sofre deste mal, pois, nos tempos atuais, todos estão sujeitos a ele. Por isso, nós, cristãos, precisamos nos encher das verdades de fé, pois a esperança nasce da certeza da fé. 

Quando apenas olhamos as dificuldades, os problemas, ficamos sem esperança e, consequentemente, vivemos desanimados. Todo homem precisa viver de esperança, porque se perdermos a visão do que vem, o nosso objetivo, morremos espiritualmente, psicologicamente e fisicamente. E Deus não quer a nossa morte, mas sim a nossa vida! 

Somos convidados a viver a esperança, na certeza da vida eterna, que só será alcançada em sua totalidade após a morte. A fé na salvação orienta a nossa vida! 

Não podemos dizer: “Nossa esperança acabou, está tudo perdido” ou “minha família não tem mais jeito, este mundo não tem mais jeito”. Não é verdade. Nada é impossível para Deus! 

Deus nos ama mesmo quando estamos na miséria, quando pecamos ou estamos perdidos. Ele sempre nos acompanha, porque somos filhos e filhas. Deus se compadece de nós! 

Não tenha medo de enfrentar as situações difíceis da vida. Não tema as pessoas que, muitas vezes, estão confusas e enfermas pela falta de perdão, pelo desânimo e pelo sofrimento. Vá ao encontro delas e semeie a paz, o amor e a esperança.

 

Monsenhor Jonas Abib
Autor

Monsenhor Jonas Abib

Fundador da Comunidade Canção Nova e presidente da Fundação João Paulo II