Arquidiocese do Rio de Janeiro

32º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 20/11/2017

20 de Novembro de 2017

Normas da Arquidiocese

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

MÚSICAS PARA CELEBRAÇÕES MATRIMONIAIS

ELENCO DE MÚSICAS PARA CELEBRAÇÕES MATRIMONIAIS

Dando início ao projeto da CAMS (Comissão Arquidiocesana de Música Sacra) para o 7º Plano Pastoral da Arquidiocese do Rio de Janeiro, fêz-se um levantamento de composições comumente executadas em celebrações de casamentos. Cooperaram 33 dirigentes de comunidades, paróquias e capelas, que enviaram à Comissão as listas das músicas mais solicitadas. De todas elas, oferece-se , agora, um elenco onde são classificadas, segundo critério comum nestes casos, em 3 seções: músicas aprovadas, toleradas e recusadas.

  1. I. MÚSICAS APROVADAS

  • ─ Adamo, Mathilde: Marcha Nupcial
  • ─ Aguirre: Ave Maria
  • ─ Antonelli: Bone Pastor
  • ─ Arcadelt: Ave Maria
  • ─ Bach (J.S.):
    • Peças para órgão (prelúdios, fantasias, fugas, etc.).
    • Peças instrumentais e/ou redução para um ou mais instrumentos.
    • Movimentos de sonatas e concertos (Adagios, Gavotas, etc.)
    • Arias, corais e coros das Cantatas e Paixões.
    • Magnificat(s) e missas.

  • ─ Bathmann: Magnificat
  • ─ Beethoven: Os céus proclamam a glória
  • ─ Donati: Ave Maria
  • ─ Dunschee de Abranches: Ave Maria
  • ─ Elgar: Marcha Pompa e Circunstância
  • ─ Fauré:
  • • Ave Maria
    • Cor Amoris

  • ─ França, Agnelo: Ave Maria
  • ─ Franceschini, - Maestro Fúrio: todas as composições sacras
  • ─ Franck, Cesar:
  • • Ave Maria
    • Panis Angelicus e composições sacras

  • ─ Garcia, Pe. José Maurício Nunes: Ave Maria e toda obra de música sacra
  • ─ Gounod: Composições sacras
  • ─ Händel: Arias e coros dos Oratórios
  • ─ Lehmann, Pe. J. Batista:
  • • Todas as peças do “Órgão Festivo” – Edit.
    • Lar Católico e da “Harpa de Sião” – Id.

  • ─ Linhares, Pe. João: Ave Maria
  • ─ Loures, Murilo: Ave Maria
  • ─ Marieta Netto: Ave Maria
  • ─ Miriam Barreto de Carvalho: Ave Maria
  • ─ Mozart:
  • • Ave Verum
    • Exsultate, Jubilate e todas as composições sacras

  • ─ Perosi: Todas as composições sacras e de oratórios
  • ─ Pozzetti:
  • • Ave Maria
    • O Jesus mi dulcissime

  • ─ Purcell:
  • • Trompets Tone
    • Todas as composições sacras

  • ─ Quadra, Mo:
  • • Ave Maria
    • Marcha de Casamento
    • Mensagem Nupcial
    • Todas as composições sacras

  • ─ Quadra, Pe. José:
  • • Amor, dom sublime
    • As bodas de Caná
    • Amar é olhar na mesma direção
    • Vida a dois
    • A grande festa
    • Aria de Núpcias

  • ─ Rego, A.F.: Ave Maria
  • ─ Schubert: Missas e composições sacras
  • ─ Sinzig. Frei Pedro: Todas as composições sacras do “Cecília” – Edit. Vozes
  • ─ Somma: Ave Maria e composições sacras
  • ─ Verdi: Ave Maria e composições sacras (não de óperas)
  • ─ Vivaldi: Magnificat e composições sacras
  • ─ Villa Lobos: Missa de S. Sebastião e composições sacras

Observação: Todo o repertório de composições litúrgicas usadas na participação do povo nas celebrações das missas pode ser aplicado ao casamento e demais ritos sacramentais.

  1. II. MÚSICAS TOLERADAS


Em geral, são aceitos movimentos de sinfonias, concertos ou sonatas – antigos e modernos – e arranjos de temas dos mesmos Para exemplificar: obras instrumentais ou reduções de Albinoni, Beethoven, Corelli, Haendel, Haydn, Mozart, Telemann, Vivaldi e outros contemporâneos, como Saint Preux.
A razão para aceitação: embora não tenham sido compostas para a ação litúrgica, são composições eruditas ou clássicas, sem conotações ditas profanas, que comumente são tidas como ”neutras”.

  1. III. MÚSICAS RECUSADAS

Fundamentando-se na norma (ver III, nº 3) são reprovadas para uso litúrgico, as composições que não foram compostas para a ação litúrgica e estão ligadas ao seu contexto profano para o qual foram criadas. Assim, para exemplificar, são recusadas as seguintes composições comumente solicitadas:

  • ─ Danças (ballets) de Saint-Saëns e Tschaikowsky
  • ─ Melodias de filmes:
  • • Noviça Rebelde
    • Carruagem de fogo
    • Exodus
    • Tema de Lara do “Dr. Jivago”
    • Romeu e Julieta
    • Canção para Ana
    • Tema de Tara de “O vento levou”, etc.

  • ─ Composições de festivais, novelas e canções
  • • Hino ao Amor (Edith Piaff)
    • Valsas de Strauss
    • Serenata de Toselli
    • Ave Maria no Morro
    • Carinhoso
    • Como é grande o meu amor por você
    • Fascinação, etc.

  • ─Trechos de óperas e peças teatrais
  • • Marcha triunfal (Aida, de Verdi)
    • Meditação (Thais, de Massenet)
    • Marcha da Coroação (de “O Profeta” de Meyeber)
    • Va Pensiero (Nabucco, de Verdi)
    • Regina Coeli e Intermezzo (Cavaleria Rusticana, de Mascagani) etc.

Observação: Cumpre lembrar que estas composições não podem ter lugar nem antes e nem depois da celebração.

  1. IV - AVE-MARIA E MARCHAS NUPCIAIS

Algumas composições como:

  • ─ Ave-Maria, de Schubert e Gounod
  • ─ Marchas Nupciais, de Mandelsohn e Wagner,
  • Não foram incluídas nos elencos acima. Segundo critérios antigos, mesmo da CAMS do Rio de Janeiro, nas décadas de 40 e 50 eram recusadas, pois não foram feitas para atos litúrgicos. Todavia, tais composições perduraram no costume dos povos, atravessando mais de um século, e tornaram-se verdadeiros “sinais litúrgicos” (quando se ouve o início da marcha nupcial de Mendelsohnn, logo vem a mente a imagem de um casamento). Estão hoje desprendidas do contexto original para o qual foram criadas. Por isso, poderão ser incluídas entre as composições toleradas.