Arquidiocese do Rio de Janeiro

26º 21º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 07/12/2019

07 de Dezembro de 2019

Reflexão para celebrar os 50 anos da Encíclica Pacem in Terris

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

07 de Dezembro de 2019

Reflexão para celebrar os 50 anos da Encíclica Pacem in Terris

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

07/08/2013 15:05

Reflexão para celebrar os 50 anos da Encíclica Pacem in Terris 0

A Arquidiocese do Rio vai promover uma noite de reflexão para celebrar os 50 anos da Encíclica Pacem in Terris de João XXIII. Será no dia 26 de setembro, das 18h30min às 20h30min, no Edifício João Paulo II, na Rua Benjamim Constant, 23- 2º andar, na Glória. O Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro, Dom Pedro Cunha Cruz está coordenando os trabalhos, cuja programação inclui palestra do teólogo e Professor da PUC-Rio, Paulo Fernando de Andrade, seguida de considerações do teólogo e Professor Geraldo Luiz de Oliveira e da historiadora e também teóloga Rosa Maria Chaplin Ayter.

Informações com Rosa no sexto andar.  

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Reflexão para celebrar os 50 anos da Encíclica Pacem in Terris

07/08/2013 15:05

A Arquidiocese do Rio vai promover uma noite de reflexão para celebrar os 50 anos da Encíclica Pacem in Terris de João XXIII. Será no dia 26 de setembro, das 18h30min às 20h30min, no Edifício João Paulo II, na Rua Benjamim Constant, 23- 2º andar, na Glória. O Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro, Dom Pedro Cunha Cruz está coordenando os trabalhos, cuja programação inclui palestra do teólogo e Professor da PUC-Rio, Paulo Fernando de Andrade, seguida de considerações do teólogo e Professor Geraldo Luiz de Oliveira e da historiadora e também teóloga Rosa Maria Chaplin Ayter.

Informações com Rosa no sexto andar.