Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 22º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 13/11/2019

13 de Novembro de 2019

Celebração de Nossa Senhora de Loreto é introduzida no Calendário Romano

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

13 de Novembro de 2019

Celebração de Nossa Senhora de Loreto é introduzida no Calendário Romano

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

01/11/2019 14:38

Celebração de Nossa Senhora de Loreto é introduzida no Calendário Romano 0

10 de dezembro
No dia 31 de outubro, um decreto da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos sobre a celebração da Bem-Aventurada Virgem Maria de Loreto determina que a mesma seja inscrita no Calendário Romano Geral, a ser celebrada, como memória facultativa, no dia 10 de dezembro. O Ano Santo do Jubileu Lauretano terá início em 8 de dezembro próximo e se concluirá em 10 de dezembro de 2020.

“O Sumo Pontífice Francisco decretou com a sua autoridade que a memória facultativa da Bem-Aventurada Virgem Maria de Loreto seja inscrita no Calendário Romano no dia 10 de dezembro, dia em que se tem a Festa de Loreto, e celebrada todos os anos. Essa celebração ajudará todos, especialmente as famílias, os jovens, os religiosos, a imitar as virtudes da perfeita discípula do Evangelho, a Virgem Maria, que concebendo o Cabeça da Igreja também nos acolheu consigo.”

É o que se lê no decreto da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos sobre a celebração da Bem-Aventurada Virgem Maria de Loreto, que determina a inscrição desta celebração no calendário Romano Geral.

“A veneração pela Santa Casa de Loreto tem sido, desde a Idade Média, a origem daquele peculiar santuário frequentado, ainda hoje, por numerosos fiéis peregrinos para alimentar a própria fé no Verbo de Deus feito carne para nós”, lê-se na introdução ao decreto.

“Aquele santuário recorda o mistério da Encarnação e impulsiona todos aqueles que o visitam a considerar a plenitude do tempo, quando Deus mandou o seu Filho, nascido de mulher, e a meditar tanto as palavras do Anjo que anuncia o Evangelho, quanto as palavras da Virgem que responde ao chamado divino. Sob a sombra do Espírito Santo, a humilde serva do Senhor tornou-se casa da divindade, imagem puríssima da santa Igreja.”

“Na Santa Casa, diante da efígie da Mãe do Redentor e da Igreja, santos e beatos responderam à própria vocação, os doentes invocaram consolação no sofrimento, o povo de Deus começou a louvar e a suplicar Santa Maria com as Ladainhas Lauretanas, conhecidas no mundo inteiro. De modo particular aqueles que viajam de avião encontraram n’Ela a padroeira celeste”, lê-se ainda.

Assinado pelo prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, Cardeal Robert Sarah, o decreto conclui-se ressaltando que a nova memória deverá constar em todos os calendários e livros litúrgicos para a celebração da Missa e da Liturgia das Horas.

Rádio Vaticano


 
Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Celebração de Nossa Senhora de Loreto é introduzida no Calendário Romano

01/11/2019 14:38

No dia 31 de outubro, um decreto da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos sobre a celebração da Bem-Aventurada Virgem Maria de Loreto determina que a mesma seja inscrita no Calendário Romano Geral, a ser celebrada, como memória facultativa, no dia 10 de dezembro. O Ano Santo do Jubileu Lauretano terá início em 8 de dezembro próximo e se concluirá em 10 de dezembro de 2020.

“O Sumo Pontífice Francisco decretou com a sua autoridade que a memória facultativa da Bem-Aventurada Virgem Maria de Loreto seja inscrita no Calendário Romano no dia 10 de dezembro, dia em que se tem a Festa de Loreto, e celebrada todos os anos. Essa celebração ajudará todos, especialmente as famílias, os jovens, os religiosos, a imitar as virtudes da perfeita discípula do Evangelho, a Virgem Maria, que concebendo o Cabeça da Igreja também nos acolheu consigo.”

É o que se lê no decreto da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos sobre a celebração da Bem-Aventurada Virgem Maria de Loreto, que determina a inscrição desta celebração no calendário Romano Geral.

“A veneração pela Santa Casa de Loreto tem sido, desde a Idade Média, a origem daquele peculiar santuário frequentado, ainda hoje, por numerosos fiéis peregrinos para alimentar a própria fé no Verbo de Deus feito carne para nós”, lê-se na introdução ao decreto.

“Aquele santuário recorda o mistério da Encarnação e impulsiona todos aqueles que o visitam a considerar a plenitude do tempo, quando Deus mandou o seu Filho, nascido de mulher, e a meditar tanto as palavras do Anjo que anuncia o Evangelho, quanto as palavras da Virgem que responde ao chamado divino. Sob a sombra do Espírito Santo, a humilde serva do Senhor tornou-se casa da divindade, imagem puríssima da santa Igreja.”

“Na Santa Casa, diante da efígie da Mãe do Redentor e da Igreja, santos e beatos responderam à própria vocação, os doentes invocaram consolação no sofrimento, o povo de Deus começou a louvar e a suplicar Santa Maria com as Ladainhas Lauretanas, conhecidas no mundo inteiro. De modo particular aqueles que viajam de avião encontraram n’Ela a padroeira celeste”, lê-se ainda.

Assinado pelo prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, Cardeal Robert Sarah, o decreto conclui-se ressaltando que a nova memória deverá constar em todos os calendários e livros litúrgicos para a celebração da Missa e da Liturgia das Horas.

Rádio Vaticano