Arquidiocese do Rio de Janeiro

28º 24º

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, 18/10/2019

18 de Outubro de 2019

Festa na Basílica Nossa Senhora de Lourdes 2019

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do e-mail.
E-mail enviado com sucesso.

18 de Outubro de 2019

Festa na Basílica Nossa Senhora de Lourdes 2019

Se você encontrou erro neste texto ou nesta página, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente a ArqRio.

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do erro.
Erro relatado com sucesso, obrigado.

11/02/2019 00:00

Festa na Basílica Nossa Senhora de Lourdes 2019 0

Da redação, com Priscila Xavier

Mãe dos aflitos que estão junto à cruz. Essa é uma das frases que pode definir a importância da Festa de Nossa Senhora de Lourdes para aqueles que vivem momentos de sofrimento. Por ser considerada a padroeira dos enfermos, o Dia Mundial do Doente é celebrado na mesma data: dia 11 de fevereiro. A cada ano, nesta data, o Santo Padre publica uma mensagem, na qual pede especial atenção à condição dos doentes e, ao mesmo tempo, convida familiares, profissionais de saúde e voluntários a dar graças pela vocação de servir e acompanhar doentes.

Por esse motivo, a Basílica Nossa Senhora de Lourdes, em Vila Isabel, preparou uma programação especial no dia 11 de fevereiro para acolher os fiéis. A festa terá início com a Oração das Laudes, às 7h, seguida de missa. Às 9h e às 10h30 também serão celebradas missas. Às 12h, a celebração eucarística será com a unção dos enfermos.

Durante o entardecer, às 16h, a missa será presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, com a bênção dos enfermos; às 19h haverá a missa presidida pelo bispo auxiliar e animador da Pastoral da Saúde, Dom Paulo Celso Dias do Nascimento, e, às 20h, acontecerá a Procissão das Velas.

A Procissão das Velas faz referência ao milagre realizado diante de aparições em Lourdes, na França. Diante da Virgem Santíssima, na Gruta de Massabielle, Bernadette rezava com uma vela nas mãos que ia se consumindo e queimando até derreter inteiramente. Contudo, Bernadette não se feriu, tampouco teve marca de queimadura.

História

Pobre, analfabeta e de saúde debilitada. Foram nessas condições que a Virgem Maria apareceu diante da menina Bernadette, no dia 11 de fevereiro de 1958, na Gruta de Massabielle, nos arredores da cidade francesa de Lourdes. Essa é mais uma amostra da predileção de Deus pelos mais pobres.

Na primeira aparição, Bernadette tinha ido buscar madeira junto a outras duas amigas, quando, dentro da gruta, viu uma mulher de branco, com um rosário na mão e um cinto brilhante. Maria pediu para que a menina retornasse à gruta por 15 dias. A partir desse momento, Bernadette teve 18 aparições de Nossa Senhora, ocorridas entre 11 de fevereiro e 16 julho do ano de 1858. Somente na décima sexta aparição Nossa Senhora revelou como desejava ser chamada: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

Na aparição do dia 25 de fevereiro, Nossa Senhora mandou que Bernadete cavasse o chão na Gruta de Massabielle. Onde ela cavou, brotou uma fonte de água pura que jorra cerca de 5 mil litros por dia até os dias de hoje. Desse dia em diante, milhares de curas extraordinárias já aconteceram a enfermos que se banharam nas águas abençoadas da Gruta de Lourdes.

A água milagrosa vinda da Gruta de Massabielle, na França, será distribuída aos fiéis em todas as missas.

Serviço

A Basílica Nossa Senhora de Lourdes, em Vila Isabel, está situada na Boulevard 28 de Setembro, 200. Telefone: 2568-3821. Portal: www.nsl.org.br.

 

Leia os comentários

Deixe seu comentário

Resposta ao comentário de:

Enviando...
Por favor, preencha os campos adequadamente.
Ocorreu um erro no envio do comentário.
Comentário enviado para aprovação.

Festa na Basílica Nossa Senhora de Lourdes 2019

11/02/2019 00:00

Da redação, com Priscila Xavier

Mãe dos aflitos que estão junto à cruz. Essa é uma das frases que pode definir a importância da Festa de Nossa Senhora de Lourdes para aqueles que vivem momentos de sofrimento. Por ser considerada a padroeira dos enfermos, o Dia Mundial do Doente é celebrado na mesma data: dia 11 de fevereiro. A cada ano, nesta data, o Santo Padre publica uma mensagem, na qual pede especial atenção à condição dos doentes e, ao mesmo tempo, convida familiares, profissionais de saúde e voluntários a dar graças pela vocação de servir e acompanhar doentes.

Por esse motivo, a Basílica Nossa Senhora de Lourdes, em Vila Isabel, preparou uma programação especial no dia 11 de fevereiro para acolher os fiéis. A festa terá início com a Oração das Laudes, às 7h, seguida de missa. Às 9h e às 10h30 também serão celebradas missas. Às 12h, a celebração eucarística será com a unção dos enfermos.

Durante o entardecer, às 16h, a missa será presidida pelo arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, com a bênção dos enfermos; às 19h haverá a missa presidida pelo bispo auxiliar e animador da Pastoral da Saúde, Dom Paulo Celso Dias do Nascimento, e, às 20h, acontecerá a Procissão das Velas.

A Procissão das Velas faz referência ao milagre realizado diante de aparições em Lourdes, na França. Diante da Virgem Santíssima, na Gruta de Massabielle, Bernadette rezava com uma vela nas mãos que ia se consumindo e queimando até derreter inteiramente. Contudo, Bernadette não se feriu, tampouco teve marca de queimadura.

História

Pobre, analfabeta e de saúde debilitada. Foram nessas condições que a Virgem Maria apareceu diante da menina Bernadette, no dia 11 de fevereiro de 1958, na Gruta de Massabielle, nos arredores da cidade francesa de Lourdes. Essa é mais uma amostra da predileção de Deus pelos mais pobres.

Na primeira aparição, Bernadette tinha ido buscar madeira junto a outras duas amigas, quando, dentro da gruta, viu uma mulher de branco, com um rosário na mão e um cinto brilhante. Maria pediu para que a menina retornasse à gruta por 15 dias. A partir desse momento, Bernadette teve 18 aparições de Nossa Senhora, ocorridas entre 11 de fevereiro e 16 julho do ano de 1858. Somente na décima sexta aparição Nossa Senhora revelou como desejava ser chamada: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

Na aparição do dia 25 de fevereiro, Nossa Senhora mandou que Bernadete cavasse o chão na Gruta de Massabielle. Onde ela cavou, brotou uma fonte de água pura que jorra cerca de 5 mil litros por dia até os dias de hoje. Desse dia em diante, milhares de curas extraordinárias já aconteceram a enfermos que se banharam nas águas abençoadas da Gruta de Lourdes.

A água milagrosa vinda da Gruta de Massabielle, na França, será distribuída aos fiéis em todas as missas.

Serviço

A Basílica Nossa Senhora de Lourdes, em Vila Isabel, está situada na Boulevard 28 de Setembro, 200. Telefone: 2568-3821. Portal: www.nsl.org.br.